É impressionante a forma com a qual as espécies (♂ e/ou ♀) ainda conseguem se estranhar - mesmo sob afirmação de serem racionais, dizendo que um é o melhor do que o outro em alguma coisa. Pode até ser que sim, mas da seguinte forma: o homem, no cumprimento do seu papel ser o melhor naquilo que lhe foi atribuído pela natureza física, química e até biológica, e da mesma forma a mulher, no cumprimento do seu papel ser a melhor naquilo que lhe foi atribuído pela natureza física, química e até biológica da coisa, no entanto o que se observa nos bastidores e no decorrer dos tempos desde nossas raízes é a mesma história: o homem é machista, e a mulher...

Publicidade
Publicidade

Geralmente, de acordo com certas considerações acadêmicas, dois conceitos "pairam" no ar quando se discute e/ou levanta uma questão: o conceito comum, ou seja, o julgamento e a condenação de um fato provêm do que o "povão" diz, e o segundo conceito é quando o julgamento e a condenação de um fato provêm de pesquisas aprofundadas, fundamentadas em provas concretas e não fictícias.

O homem é melhor do que a mulher em quê? E o contrário? Alguém já parou para analisar e apresentar resultados dos argumentos coletados e/ou possui como base o que essa ou aquela espécie disse nas conversas, nos discursos geralmente levantados por um ou meia dúzia de alguém que falando alto consegue formar opinião? Discussões tolas, sem proveito, sem motivos à condecoração, à aprendizagem e/ou à solidificação dos papéis que a natureza deu a um e ao outro.

Publicidade

Áreas da antropologia, ou seja, da ciência que estuda e procura decifrar a origem e a evolução da raça humana entre outras, defende que tal "briga" existe desde que o mundo é mundo, ou seja, que essa busca de justificação, de um lado, e afirmação do outro não é "coisa" dos tempos modernos, ou seja, faz parte da história da humanidade (é preciso pesquisar a história para ter capacidade de argumentação, se não as palavras são vãs), desde quando fincaram nossas raízes no solo. Se o homem é melhor do que a mulher, por que então este procura a mulher? E se a mulher é melhor do que o homem, por que então esta procura pelo homem? O problema parece surgir quando não se encontra o que deseja, e aí os ataques se afloram na forma de justificar as falhas da espécie em desvantagem, e isso tende piorar na medida em que a idade biológica avança, e aí...

[...]

Evoluímos enquanto raça humana? Sim! E muito, pelo menos não andamos de "quatro" mais, mas em que sentido nas relações entre os sexos? Se avaliarmos o aspecto físico, o nosso "tronco" com o tempo foi erguido ao ponto de tirar nosso nariz de próximo das ervas daninhas, MAS no sentido das coisas, ou seja, de nossa existência, parece que o estado "ervolutivo" (no sentido de "comer" erva) de nossos ancestrais ainda é o mesmo nos dias de hoje, mesmo com toda a capacidade racional que temos de discernir o que é supostamente bom ou não, o que é aproveitável e o que não é e blá blá blá.

Publicidade

Para encerrar esse texto que mais está parecendo sermão, essa "briga" entre os sexos não é coisa dos tempos de agora, perdura deste o momento um de nossa existência, e o pior, nunca levou ninguém a nada. Vamos agir inteligentemente? Tem pergunta que não se faz, da mesma forma que tem resposta que é melhor não ser pronunciada se não o tiro acerta o próprio pé de quem "atirou" as palavras.