A partir de mil novecentos e oitenta e três, o então Governador de Minas Gerais Tancredo Neves, cria o Conselho Estadual da Mulher.

A partir de dois mil e quatro surge a idéia de um Plano Estadual de Políticas para as mulheres.

A Primeira Conferência de Políticas para Mulher é realizada em dois mil e quatro.

A Segunda Conferência de Políticas para Mulher é realizada em dois mil e sete.

Em dois mil e sete é criada a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres - CEPAM, pelo Governador de Minas Gerais Aécio Neves.

Em dois mil e oito o Governo de Minas assinou o Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher, que tem sido gerenciado pela CEPAM.

Publicidade
Publicidade

Em dois mil e onze é realizada a Terceira Conferência de Políticas para as Mulheres - municipais/regionais e estadual.

Em Minas Gerais a Terceira Conferência de Políticas para Mulheres foi realizada em duzentos e quarenta e um municípios, sob a Coordenação da Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres - CEPAM, com um total de dez mil setecentos e trinta participantes.

A Terceira Conferência Estadual foi realizada em Belo Horizonte, com a presença de novecentos e cinquenta e sete participantes. Na etapa nacional, Minas Gerais esteve presente com cento e setenta e três participantes.

Em dezembro de dois mil e onze é realizada em Brasília a Terceira Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres.

O Governo do Estado de Minas Gerais apresenta hoje um Plano Estadual de Políticas para Mulheres, elaborado sob a orientação da Política Nacional para as Mulheres.

Publicidade

Este Plano é resultado das principais reivindicações da Terceira Conferência Estadual de Política para as Mulheres de Minas Gerais e está dividido em dez eixos estratégicos estruturantes com objetivos gerais, objetivos específicos, prioridades, metas e linhas de ação.

O PEPM construído contou com a colaboração das mulheres de todo o Estado, bem como de representantes do Poder Público sob coordenação da CEPAM.

A necessidade de Políticas Públicas voltadas às mulheres não pára. Reivindica-se hoje ao Governo de Minas Gerais a criação de uma Secretaria de Estado de Política Pública para Mulheres.