O Dia em que a Terra Parou. Homem Americano Uniformizado pisa na Lua.

Hoje na memória: Há 45 anos: Aconteceu! O homem pisou na lua. E ele era Americano (a Rússia SÓ tinha colocado o Yuri em órbita em 1961).

Dia 20 de julho de 1969 - 20 de julho de 2014 - lapso temporal de 45 anos. Para o Homem quase Uma vida e para a História quase Um piscar de olhos.

"Eu acredito que esta nação deve comprometer-se em alcançar a meta, antes do final desta década, de pousar um homem na Lua e trazê-lo de volta à Terra em segurança". Frase proferida no Congresso Americano em 25 de maio de 1961 pelo Presidente John F. Kennedy ao explicar a Meta, o Sonho Norte Americano.

Publicidade
Publicidade

No dia 16/07/1969 foi lançado do Cabo Canaveral, o foguete Saturno V levando o módulo Apollo 11 tripulado por Neil Armstrong, Michael Collins e Edwin 'Buzz" Aldrin rumo à Lua. Enfim, a missão estelar começa a cumprir a meta do ex-presidente. Isso é muito complicado de explicar, procurem no Google ou leiam outros artigos. O que eu não sei invento.

Em 20/07 Neil Armstrong é o primeiro homem a pisar na Lua: "Houston, aqui base da tranquilidade. Eagle pousou".

E ao colocar os pés no solo lunar diz: "Um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a Humanidade". O segundo a pisar, foi Buzz e junto com Neil fincaram a bandeira Americana em solo lunar.

Tomaram 'posse'! Tudo isso com suposta direção de filmagem do cineasta Stanley Kubrick que nos idos de 1968 finalizara o espetacular: 2001 - Uma Odisséia no Espaço e, portanto, detinha conhecimento técnico necessário para esse tipo de produção.

Publicidade

(segundo uma das hipóteses irrefutáveis levantadas por várias das inúmeras Teorias da 'Farsa'). "A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa", avisou Karl Marx.

"São Conspirólogos" - galanteia o sorridente Presidente Richard Nixon (para toda imprensa presente ou ausente no momento do acontecimento) e rebate: acabei de falar ao telefone com os bravos e heroicos astronautas que estão em solo lunar! Todos viram e ouviram. Nós norte americanos possuímos a melhor e maior das tecnologias avançadas do universo.

A Lua passa a ser território Americano!!! Ficaram lá 21h e coletaram material para análise e deixaram um disco com 73 mensagens de países do mundo e inúmeros espelhos. E nunca mais ninguém pisou lá, dizem (só a Turma do Balão Mágico há quem afirme).

De volta pra casa: No dia 24/07 chegaram à Terra diretamente num mergulho bem no Oceano Pacífico. Ficaram em quarentena. Afinal poderiam ter trazido não só certezas como também doenças alienígenas.

Publicidade

Nós simples terráqueos assistíamos atônitos e incrédulos pela TV, outros ouviam pelo rádio, muitos ouviram dizer. Tal proeza até hoje é questionada como podendo não ser verdadeira. O que é a verdade?

O que até tem certo sentido, pois estávamos em plena Guerra Fria e a disputa entre os EUA e a União Soviética estava num estágio absolutamente avançado. A guerra para provar quem detinha mais tecnologia, mais armas, maior poder.

Teoria da Conspiração, mais uma delas, claro. Fica aquela coisa, de um lado estão os que acreditam e do outro estão os que não acreditam. Eu não sou São Tomé, portanto, não preciso ver para crer.

Acredito que a tecnologia da época era suficiente para tal proeza, ou não ou quem sabe talvez? (poderia ter dito Caetano dentro da cela de uma cadeia quando viu pela primeira vez tais fotografias). Mas como vivemos numa era tão maluca em que tudo é verdade e ao mesmo tempo tudo é ilusão 'na vertigem do cinema'.

"Invenção é uma coisa que serve pra aumentar o mundo"- já nos disse Manoel de Barros...

E nós que estamos aqui! ... Agitados anos 60 que ainda precisa de muito estudo e reflexão, a década das décadas do século XX, momento de muitas rupturas em estruturas preestabelecidas.

Nós ainda vivemos os reflexos dessa era que foi como um rolo compressor contra tudo, contra todos e contra nada e ninguém. Nada seria como antes amanhã.

Estamos apenas no LU-MI-AR do século XXI com tantas perguntas sem respostas e problemas sem solução. O homem não conhece o futuro.

"A lua o lado escuro é sempre igual. Al! Al! No espaço a solidão é tão normal. Al! Al! Desculpe estranho eu voltei mais puro do céu". Vaidade das vaidades! Diz Eclesiastes, tudo é vaidade. Está na Bíblia, no Manoel de Barros e eu "Li Num Artigo" ouvindo "Nenhum de Nós".

"Ontem choveu no futuro" e como eu não estava ninguém me salvou. Não me leve a sério, eu estou aqui para expressar minhas abobrinhas, se bem que aceito viajar para Paris.