O céu é dos pássaros? Ou, o homem pode continuar voando? Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), voar de avião é a forma mais segura que existe nos dias atuais. Certamente, milhares de aeronaves caem por ano em todas as partes do globo. No entanto, comparado com o trânsito, milhões de acidentes automobilísticos ocorrem por dia em todo o mundo.

As vias terrestres estão cada vez mais inchadas, sufocadas e tristes. Especialmente, nos grandes frenéticos centros urbanos caóticos e estressantes. A malha viária está caduca, deficiente e doente. Há trechos em que quilômetros e mais quilômetros estão feridos. E, necessitam de pesados investimentos financeiros do poder público para o bem da sua saúde. Cá entre nós, e sobre os engarrafamentos? Há horas que uma carroça se move mais rápido que uma luxuosa BMW…

Aliados os fatores físicos como pista ruim, trajetos perigosos, fatores climáticos, condições de manutenções dos automóveis e n fatores físicos mais, estão principalmente os fatores humanos. Destes podem ser abordados em primeiro lugar, a ganância e manipulação do mercado financeiro que gira em torno da fabricação e distribuição dos automóveis, cobrança de impostos abusivos, corrupção, propina, a má formação do condutor que culmina em ações de imperícia e imprudência e negligência. E, principalmente, a defasagem da aplicação das leis penais aos que cometem crimes de trânsito.

Um caso do ano último passado, estampado, destampado e escancarado em todos os meios de comunicações do país em que, Thor, filho de um multi-bilionário internacionalmente influente, Eike Batista, atropelou e matou um ciclista imprudente que atravessara no acostamento em cima do raio importado do filho de Odin e, morrera sem a ordem do deus do martelo. Como este é um deus, com mais de cinquenta pontos negativos na sua CNH, e um a dúzia dos melhores advogados que o dinheiro pode comprar, nem viu o cheiro do xilindró.

Diante destes e muitos outros fatos pertinentes ao assunto, pode-se concluir que voar de avião ainda é o meio mais seguro que existe. No meu caso, que sou da Classe "E" ou mais, tão cedo poderei colocar os meus pés dentro da cria de Dumont. Esta é elitizada. Feita sob encomenda para os da Classe "A" & "AA", a nata da sociedade! Enquanto isto, nós, meros vermes mortais, continuaremos…