Quanto os trabalhadores estão recebendo por seus serviços? Quando você é trabalhador recebe um mínimo, que é uma vergonha, que mal dá para pagar a luz que diz-se ter tido um aumento de 24% mas se você fizer as contas da em média 43 44%. Mas quando temos um aumento de no máximo 5%, dá para viver? No presídio eles têm comida, banho de sol, não pagam contas, e às vezes são taxados de coitadinhos porque dormem amontoados e no chão. Ai que dó. 

Nós que suamos a camisa todos os dias, pagamos contas e impostos às vezes nem vemos o sol, porque ficamos fechados dentro de uma firma da madrugada até à noite, e quando fazemos uma greve  por melhor salário, vale alimentação, plano de saúde e melhores condições de #Trabalho, somos taxados de vagabundos e que tem muita gente para ocupar nosso lugar, já que no ver deles não queremos trabalhar.

Publicidade
Publicidade

Os presidiários comem, quem paga por essa comida? Quando um funcionário público come em seu ambiente de trabalho falam que ele esta comendo o que não é dele, porquê? Se ele está lá, lutou por isso e tem todo o direito de receber alimento. O funcionário público também é um ser humano e paga imposto.

Atestados? Entao o trabalhador não tem o direito de pegar atestado se está doente ou em tratamento médico. Onde estão os direitos humanos? Saúde, alimento e educação. Quer dizer então que quem trabalha deixa de ser um SER HUMANO? E quem aprova isso? Você e eu quando deixamos que nossos representantes votem a favor dessas leis sem cabimento e que só prejudicam a quem precisa. Por acaso os assessores vereadores e comissionados registram cartão de ponto? Aí é fácil, não precisa pegar atestado porque não existe nada que prove que ele esteve ou não em seu ambiente de trabalho.

Publicidade

Eles não ganham so R$ 900,00. 

Será que a culpa é deles? Em parte. Vamos nos unir e lutar pelos nossos direitos, mas lutar não é guerrear e sim exigir que sejamos tratados com respeito e tenhamos nossos direitos concedidos.

Quem vai se juntar nessa? Vamos lá trabalhadores. Vamos em busca de podermos comer bem e viver bem.