Quem nunca leu ou ouviu: "Você é o que você come."? Realmente nossa alimentação pode influenciar e até determinar alguns aspectos de nossa saúde física e emocional. Antes de gastarmos as economias com compras de remédios, cosméticos e suplementos alimentar, podemos rever alguns aspectos para nos reeducar quanto à alimentação e obter sucesso e progresso em nossa saúde. Vejamos algumas dicas para obter e manter uma alimentação saudável, sem altos custos, de forma prazerosa e de fácil aquisição:

  1. Busque alimentos saudáveis - Mudanças simples no dia-a-dia da cozinha são possíveis e positivas, como: Ao fazer a bela macarronada, utilize molho de tomate caseiro comparado com o industrializado, pois vai apresentar mais nutrientes, ausência de corantes e conservantes. Consuma menos alimentos industrializados que em sua maioria apresentam altas concentrações de sódio que em longo prazo podem causar hipertensão.
  2. Orgânicos - Prefira sucos de frutas naturais a sucos artificiais. Uma opção é consumir legumes e frutas orgânicas com ausência de agrotóxicos, mais saborosos e causam menos problemas a saúde. Frequente as feiras de alimentos, hortifrútis e adquira alimentos orgânicos frescos e nutritivos.
  3. Tenha prazer ao comer - Não faça dietas sem consulta de profissionais, nem se prive de comer vários alimentos por conta própria, pois não seria dieta, mas sim uma tortura. Tenha e aprenda a ter prazer ao comer, saboreie o alimento, escolha alimentos variados para compor seu prato.
  4. Intervalos entre refeições - Não irá emagrecer ou ser mais saudável ao ficarem longas horas sem comer. A dica é: faça refeições de três em três horas, pois o seu metabolismo necessita de energia para seu funcionamento ideal.
  5. Pratos coloridos - Ter uma refeição colorida indica uma variedade de nutrientes e uma refeição mais nutritiva. Escolha sempre 2 a 3 tipos de vegetais, uma proteína, pouco carboidrato (não significa ausência total), mas a ordem é comer um pouco de tudo e do mais agradável, saboroso e nutritivo possível.
  6. Retirada perigosa de alimentos - Não retire bruscamente um alimento de sua alimentação, procure substituentes saudáveis. Muitas dietas retiram todo um grupo de alimento, por exemplo carboidrato; não significa eficiência ou alimentação mais saudável, a retirada de uma alimento deve ser sugerida por um nutricionista ou médico.
  7. Tranquilidade ao comer - É muito importante ter uma mastigação correta, um tempo para alimentação e um local tranquilo para fazê-la. Comer às pressas, não ajuda na absorção dos elementos essenciais para a nutrição diária adequada. Ao comer escolha um local aconchegante, alimente-se e divirta-se.
  8. Hidrate-se: A água é muito importante para nos mantermos saudáveis. Ingira de 1 a 2 litros de água por dia, é fundamental como meio de transporte de algumas vitaminas hidrossolúveis como a vitamina B1, B2, B6, B12 e a vitamina C. Além disso, a água é essencial para que o corpo fique disposto durante todo o dia.
  9. Doces ou frutas? - Veio aquela vontade repentina de comer doces, gorduras, glacês? Recorra às frutas e ataque-as, claro que algumas frutas são calóricas, mas possuem melhores nutrientes que muitos doces industrializados e muito menos gorduras. Faça pelo menos 3 ingestões de frutas variadas ao dia. Laranjas, maçãs, peras, melancia, tangerina, entre outras. São as melhores fontes naturais de vitaminas, minerais e fibras.
  10. Alimentos fontes de antioxidantes - Ao consumir alimentos que possuem substâncias antioxidantes que bloqueiam os radicais livres e a deterioração das células, obtemos várias vantagens para a saúde e em vários aspectos, como: prevenir o aparecimento de tumores, o envelhecimento precoce e outras doenças. Alimentos com cores fortes, como tomate, goiaba, romã, cenoura, abóbora, manga, açaí, berinjela, uva, folhas verdes, legumes e brócolis, são ricos em antioxidantes.

Portanto, é hora de aplicar.

Publicidade
Publicidade

Após lermos sobre estas dicas fáceis e úteis de como nos alimentarmos de forma muito saudável e sem tortura, basta agir e manter nossa saúde por meio de alimentos ricos em nutrientes e saborosos. #Educação