A #Educação no Brasil tem preocupado muitas pessoas, afinal de conta ela é um fator fundamental para a resolução de problemas sociais. Foram feita pesquisas sobre o andamento do ensino, e o resultado para o ensino médio caiu, já para o ensino fundamental ficou a cima da média.

Muitas pessoas dizem que a escola não prepara o aluno de forma correta, muitos tem dificuldade na hora de fazer uma redação para concurso ou emprego. Encontram-se muitos erros de português como o emprego da crase, muitas palavras erradas trocadas e o texto bem confuso. Muitas instituição estão levando novamente os professores para sala de aula para a melhoria do ensino, os professores recebem instrução e especialização na matéria.

Publicidade
Publicidade

Existem vários programas de ensino para especialização de professores, para obter melhores resultados dentro da sala de aula. Aqui no Brasil foi elaborado para os alunos um programa alfabetizando na hora certa, que elabora aos alunos muita leitura, escrita, matemática e informática. Com a tecnologia avançada é bom aprender e se especializar.

Muitas empresas aplicam testes no processo seletivo, na escolhas de seus candidatos. Muitos entrevistadores dizem que a pessoa estava no perfil da vaga, para conseguir o emprego e obter um bom salário, mas pelo erros de português ou caligrafia mal entendida, perderam uma boa oportunidade de #Trabalho. Na hora de fazer uma prova para o vestibular muitos jovens acabam desistindo pela elaboração e a cobrança dos assuntos. Fazem, reprovam e não tentam novamente por falta de conhecimento do assunto da matéria.

Publicidade

Hoje o mercado de trabalho está mais exigente, quem sabe mais e estuda mais, alcança um bom lugar de trabalho e um padrão de vida melhor. Uma pessoa que fala um idioma diferente ou sabe a linguagem de sinais, ganha destaque para os olhos da empresa que está cada vez mais exigente. Pesquisadores disseram que há oportunidades de trabalho para as pessoas com quarenta e cinco anos de idade, que estão atualizadas com cursos e estudos.

Outro dia assisti uma reportagem de uma senhora: ela tem 62 anos de idade, se formou no curso de medicina com 60 anos, e hoje exerce a profissão. Ela diz que nunca é tarde, a oportunidade está aí, com esses programas do governo só não entra na faculdade quem não quer. Quando há vida, temos que viver.