Com a eleição que foi considerada a mais apertada e disputada desde o segundo turno de 1989, Dilma Rousseff (PT) conseguiu se reeleger com 51% dos votos válidos. Com a vitória, o PT segue caminho para completar 16 anos consecutivos no Planalto. Estado mais disputado pela petista e pelo tucano durante a campanha e debates televisivos, Minas Gerais pode ter feito a diferença no resultado final, ainda que Dilma tenha ganhado por pouco, com apenas 52% dos votos. Já São Paulo foi um dos maiores responsáveis por alavancar os votos de Aécio Neves (PSDB). Lá, ele teve 64% dos votos.

Com mais de 99% das urnas apuradas, Dilma recebeu 53,9 milhões de votos.

Publicidade
Publicidade

Aécio conseguiu 50,6 milhões. Os votos brancos representaram 1,71%, num total de 1,9 milhão. Os nulos, foram 4,64%, representando 5,1 milhões de votos. Já a abstenção foi 21,07%, com 29,8 milhões.

Na eleição de 2010, Dilma conseguiu 55,7 milhões de votos, enquanto José Serra (PSDB) conseguiu 43,7 milhões. Dilma foi a primeira presidente mulher a ser eleita e, agora, também a primeira a ser reeleita, e 47ª presidente do Brasil. Seu novo mandato começa em 2015 e segue até 2018.

Após uma campanha repleta de ataques e boatos, a presidente reeleita afirmou que deseja governar de forma democrática e pacífica e, apesar do resultado acirrado, também afirmou que o país não está dividido. "Conclamo sem exceção a todas as brasileiras e brasileiros para nos unirmos em favor do futuro de nossa pátria.

Publicidade

Não acredito que essas #Eleições tenham dividido o país ao meio. Creio que elas mobilizaram ideias e emoções às vezes contraditórias, mas movidas por um sentimento comum, a busca por um futuro melhor", disse ela.

Com a nova vitória do PT, o seu #Governo já tem o dobro do período tucano do poder. O PSDB ficou no poder entre 1999 e 2002, enquanto o PT entrou em 2003 e ficará até 2018, se o próximo nome não for reeleito.

Em seu discurso oficial, Aécio Neves afirmou que telefonou para a presidente reeleita para parabenizá-la e desejar sucesso. "Pelo telefone desejei sucesso a Dilma no seu governo e disse que ela precisa unir o Brasil em torno de um projeto honrado", disse ele. "Combati o bom combate, cumpri minha missão e guardei a fé", finalizou.