O goleiro e capitão da Seleção da África do Sul e goleiro do clube de futebol Orlando Pirates Football Club, Senzo Meyiwa, foi morto a tiros no dia 26 de outubro, último domingo. O jogador estava na casa da namorada, Kelly Khumalo, com mais seis pessoas em Vosloorus, cidade localizada na província de Gauteng, próxima a Johannesburgo (capital da África do Sul).

A polícia local quebrou o protocolo ao revelar as circunstâncias da morte do goleiro devido à necessidade de precisar de mais informações sobre o assassinato. Senzo foi declarado morto ao chegar ao hospital e as outras seis pessoas não tiveram nenhum ferimento.

Publicidade
Publicidade

Segundo depoimentos, dois suspeitos entraram na casa e o terceiro esperou do lado de fora. Após efetuarem os disparos, os três fugiram a pé. A polícia local está oferecendo uma recompensa de cerca de R$ 34 mil para quem tiver informações que possam ajudar na investigação.

Segundo o jornal The Guardian, não ficou claro se a casa onde ocorreu os disparos foi alvo de ladrões ou de homens armados com outros motivos. Salomão Makgale, porta-voz da polícia local, não deu mais informações e informou que as notícias serão divulgadas no twitter da SA Police Service.

O jogador tornou-se capitão da seleção durante os quatro jogos eliminatórios para a Copa Africana de Nações, que será realizada em 2015. A última partida aconteceu em 15 de outubro contra o time da República Democrática do Congo.

Publicidade

A Seleção Sul-Africana jogou um amistoso contra a Seleção Brasileira, em março. Senzo ficou no banco de reservas e assistiu à derrota de seu time por 5 a 0.

O atleta guardava a rede do Orlando Pirates, um dos principais clubes do campeonato local, desde 2005. No último sábado, dia 25, ele estava em campo na goleada de 4 a 1 sobre o Ajax Cape Town, pelas quartas de final da Copa da Liga do país.

Esta foi a segunda morte de um esportista sul-africano em três dias. O ex-campeão mundial dos 800 metros em 2009, Mbulaeni Mulaudzi, morreu em um acidente de carro no dia 24. O atleta estava a caminho de Johannesburgo para uma competição.