A ocorrência:

Uma ocorrência policial um tanto curiosa e polêmica foi feita em Conselheiro Pena, Minas Gerais, no dia 28 de outubro.

A Polícia Militar foi chamada para comparecer em uma residência da cidade a pedido da moradora da casa.

A senhora L.C. contou aos policiais que está grávida, gravidez esta fruto de um relacionamento extra-conjugal com o Padre C. R. (ex-pároco da Paróquia São José de Conselheiro Pena), o que ocasionou a separação do casal. O padre foi afastado do cargo e atualmente reside em Governador Valadares. O ex-marido de L.C., que mora em cima da residência, percebeu que o Padre C. R. a visitava.

Publicidade
Publicidade

Ficou à porta da casa ao telefone falando que só sairia dali depois que o padre fosse embora. Foi quando a PM foi acionada para garantir a integridade física do padre.

A reação da população:

Imediatamente chegaram ao local outras pessoas compartilhando da indignação do ex-marido, pois ele alegava que sua ex-esposa estava expondo seus filhos a uma situação delicada. Após os militares conversarem com ambas as partes, o padre pôde sair da residência e ir embora.

O que não faltou foi manifestação em frente à residência pelos populares, a maioria fiéis da paróquia, que indignados e revoltados, xingaram o padre, e pasmem, tinha até um carro de som onde uma pessoa falava ao microfone sobre o mal que o padre causou aos fiéis da cidade.

As providências da #Igreja Católica de Conselheiro Pena:

A história foi um grande golpe contra a Igreja Católica da cidade.

Publicidade

A fim de averiguar o caso, uma comissão foi organizada e recolheu as provas, entre elas o boletim de ocorrência policial e fotos feitas no local. Essa comissão irá ter com o Bispo Diocesano para pedir que a igreja exija a saída do padre, para que ele deixe sua missão sacerdotal e se torne um cidadão comum. Uma situação inusitada que só acontece em cidadezinha do interior, onde todo mundo sabe sobre vida de todo mundo e qualquer situação diferente toma imensas proporções.

Isso nos faz pensar sobre a questão do celibato dos padres, afinal, por não poderem se casar, acabam cometendo pecados, como a traição e a pedofilia. Qual a sua opinião sobre isso? #Curiosidades