Um atirador abriu fogo dentro do Parlamento do Canadá, nesta quarta-feira (22), em Ottawa. Muitos tiros foram disparados dentro e fora do parlamento canadense, mataram um soldado e feriram mais de duas pessoas. Mais de 20 tiros foram disparados no interior do parlamento.

Testemunhas disseram que no Memorial Nacional de Guerra do Canadá, que fica ao lado do Parlamento, viram um homem suspeito de cabelos pretos cumpridos, armado com um fuzil, correr para dentro do Parlamento.

A polícia não sabe se havia mais atiradores dentro do Parlamento, estando em busca de mais suspeitos. O país viveu um horror nesta manhã de quarta-feira, foram centenas de tiros.

Publicidade
Publicidade

A cidade parou e as pessoas ficaram muitos assustadas, todos os edifícios públicos foram fechados. Um dos atiradores teria sido morto pela polícia. As autoridades estão em alerta e o local foi isolado.

Seguranças retiraram às pressas o primeiro-ministro Stephen Harper, que estava no Parlamento na hora dos tiros e, ele está calmo e se encontra bem. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, já foi avisado da situação e tomou as providências. Mandou fechar a Embaixada e diz que oferecerá toda ajuda possível ao Canadá para responder aos ataques.

Uma mulher que passeava com seu filho, que estava no carrinho, ficou muito assustada; ela viu o suspeito roubar um carro e seguir para o Parlamento. O terrorista não atacou a mulher e nem a criança. Testemunhas disseram que o homem chegou atirando em direção aos prédios do governo e matou um soldado.

Publicidade

O hospital de Ottawa diz, que recebeu três pacientes feridos, mas que tomou todas as providências, caso haja mais feridos. Testemunhas relataram que o atirador foi morto, mas a polícia faz uma busca no local a procura de mais suspeitos.

Na terça-feira um suspeito islâmico atropelou dois militares em Quebec, matando um deles. Está sendo feita uma investigação para saber se o atentado tem a ver com grupos extremistas islâmicos. O ministro afirma que o Canadá não será vítima de atentado e fará de tudo para que o país não sofra com esses atentados.

As autoridades estão em alerta, para rapidamente responder a qualquer ataque; estão sendo feitas novas buscas na área.