A prova que avalia o desempenho de estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, de escolas públicas do país, a Prova Brasil, teve seus resultados divulgados no dia de hoje (29). Os relatórios com os resultados já estão sendo enviados às escolas, mas o #Governo ainda não divulgou as médias.

O objetivo da prova é avaliar a qualidade do ensino que se oferece no sistema educacional brasileiro e as médias servem para o cálculo do Índice de Desenvolvimento da #Educação Básica (IDEB). O que sabe-se até o momento é que houve piora na nota de matemática, mas que por outro lado a de português aumentou. Porém, a avaliação de forma geral é preocupante, uma vez que o desempenho ficou abaixo do que se esperava e do que se considera adequado.

Publicidade
Publicidade

Esse tipo de informação sempre nos leva às discussões sobre a péssima qualidade de ensino na rede pública. Todo mundo tem uma reclamação, uma crítica, tem a culpa do Governo, a culpa dos professores, etc. Essa conversa toda que todo mundo conhece.

Mas tenho um questionamento a fazer: até que ponto estamos deixando a educação de nossos estudantes somente a cargo da escola? Como pais, estamos fazendo a nossa lição de casa e dando apoio e reforço escolar para nossos filhos?

Devemos ter em mente que é impossível um professor da rede pública dar atenção e reforçar o conteúdo com cada aluno, individualmente. Não há tempo para isso, não há condições - temos salas de aula com mais de 30 alunos. As bases são ensinadas na escola, mas os detalhamentos, o exercício de concentrar e ler mais, pesquisar mais sobre o assunto deve ser feito em casa.

Publicidade

Muitos vão pensar que não é papel seu ensinar matemática e português ao filho, que é somente da escola. Um equívoco. Os pais têm sim essa função, a vida de estudante não acaba quando o aluno sai da escola. Ele não deixa a matemática e o português ao passar pelo portão, bem pelo contrário, essas disciplinas fazem parte do cotidiano de todo mundo.

Não quero com esse texto jogar a culpa dos resultados da Prova Brasil nas costas dos pais, longe disso. Quero apenas que avaliemos e que vejamos que a culpa não é totalmente da escola, por sua vez. Os alunos estão lá, a matéria está sendo ensinada, mas tem algo que está obstruindo o caminho. #Opinião