O texto bíblico em Gênesis 10 narra sobre os filhos de Noé, nascidos após o dilúvio: Sem, Cam e Jafé. Dentre eles, destacamos Cam que, segundo tese de mestrado do pastor Natanael Morais, teve quatro filhos, Cuse, Mizraim, Pute e Canaã, dos quais destacamos Cuse. E este teria dado origem às pessoas de cor negra. Citamos a origem das raças para mostrar, nessa visão, que não houve discriminação nesse processo.

Podemos saber, porém, que, quando da procura de força de trabalho, em determinado momento da civilização, entre os povos habitantes da África, os vencidos em guerras eram vendidos aos interessados pelos vencedores, causando a desvalorização do ser humano que projetou a condição de escravos.

Publicidade
Publicidade

Essa condição foi abolida pela civilização, mas as consequências da desvalorização permaneceram, mesmo porque não havia como resgatar o que foi perdido em aquisição de educação, vida em sociedade, cultura, aquisição profissional, situação econômico-financeira. A discriminação, o preconceito, foram inevitáveis.

No momento, o país considerado o mais democrático do mundo continua a enfrentar essas desigualdades. Depois de lutas que garantiram legalmente a sua diminuição, principalmente através de líderes em que se destacou Martin Luther King, elas persistem e, é notadamente na relação entre os agentes da lei e a população negra. Tamir Rice, um jovem de 12 anos, portando uma arma de brinquedo, foi alvejado por dois tiros, em um parque de Cleveland, Ohio. O policial atirador justificou que o menor desobedecera à ordem de levantar as mãos.

Publicidade

A arma não era verdadeira. E daí? O policial deveria ter outra maneira de agir. E com dois tiros?

O policial teve suas razões através das quais foi inocentado. Mas o fato delituoso ganha outras proporções. A população negra tem sido, por muitas vezes e por grandiosa parcela de tempo, atingida por situações semelhantes, e hoje não se pode distinguir o que é certo ou o que é errado no confronto entre brancos e negros. A comoção é muito forte e exacerbada. As reações vão ficando incontroláveis.

A desigualdade racial entre os americanos perdura e carece de medidas políticas e legais para uma pacificação ainda hoje inatingível. Quando?