Um dos concursos mais esperados e concorridos do ano de 2014 foi o concurso do MAPA - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A boa notícia é que o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão liberou uma nova seleção para mais 242 vagas. Porém, dessa vez, não será para trabalhar na inspeção ou no abate, como no concurso anterior. Essas novas oportunidades são para o Instituto Nacional de Meteorologia.

A autorização foi dada na última terça-feira, dia 18 de novembro de 2014 e, a partir dessa data, a instituição tem no máximo seis meses para liberar o edital, ou seja, até maio de 2015 a seleção terá começado.

Publicidade
Publicidade

Das vagas, quarenta e quatro são para analista em ciência e tecnologia que exige formação superior. Também exigem nível superior as 34 vagas para pesquisador e as cinquenta e duas oportunidades para a carreira de desenvolvimento tecnológico. Quem tem nível médio completo poderá concorrer às vagas de assistente, com trinta e oito oportunidades ou para as setenta e quatro para técnico.

Os cargos podem começar a ser assumidos em junho de 2015, dependendo das vagas abertas para que as nomeações possam ocorrer. Os recursos a serem utilizados virão da substituição dos trabalhadores terceirizados. Com isso, fica tudo certo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias e com a Lei Orçamentária Anual.

Isso tudo acontece por que a portaria que autorizou o novo concurso do MAPA pede como contrapartida que os cargos que hoje são terceirizados sejam totalmente extintos e que no lugar deles sejam contratadas as pessoas aprovadas por meio de concurso público.

Publicidade

Como há vários funcionários terceirizados no Instituto Nacional de Meteorologia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e como isso já está contrário à lei atual, o fim da terceirização é uma atitude necessária.

Por isso, se você tem interesse em pleitear uma dessas vagas, comece a estudar que antes da metade do ano que vem, o novo concurso do MAPA 2015 deve ser lançado. Embora a sede do INMET seja no Distrito Federal, há possibilidades das vagas serem divididas também em outras cidades como Cuiabá, Rio de Janeiro, Belém, Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Manaus, Salvador, Porto Alegre e Goiânia, mas isso só será definido com o lançamento do edital. #Trabalho