Após as chuvas do sábado dia 01 de novembro e a madrugada do domingo dia 2, o nível do sistema Cantareira caiu apenas 0,1%. O nível estava em 12,2% e caiu para 12,1%, apesar de a chuva ter sido de 19,1 mm entre esses dois dias, ocorreu apenas essa pequena queda.

A chuva do fim de tarde deste sábado deixou vários bairros da zona sul de São Paulo em alerta para alagamentos. Jabaquara, Santo Amaro e Ipiranga registraram chuvas entre forte a moderada. A região de Itaquera, na zona leste, apesar de não ter entrado em alerta de alagamento, foi onde mais choveu. No bairro, o índice pluviométrico registrou 57,8 mm.

As campanhas de economia de água continuam em todo o estado de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

No interior do estado, ocorreram pontos isolados de chuva, classificadas como moderadas e leves. Muitos reservatórios continuam em baixa e o racionamento de água continua em várias cidades interioranas. Segundo previsões do tempo, ainda choverá na região sudeste nessa próxima semana.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) passou a conceder descontos para imóveis que economizarem água a partir do dia 01 de novembro.

O desconto na conta de água é para aqueles imóveis que a partir deste dia 01 conseguirem reduzir o consumo de água de 10% em diante. Antes o desconto de 30% no valor da conta de água era apenas para aqueles que economizavam 20% ou mais. A decisão de descontos foi aprovada pela Agência Reguladora de Saneamento e energia do Estado de São Paulo (Arsesp) e vale para as regiões metropolitanas da capital, Bragança Paulista e Campinas.

Publicidade

As novas regras de bônus são as seguintes: para os imóveis que economizarem entre 10% a 15% terão desconto de 10% no valor da conta. Aqueles que economizarem entre 15% a 20% receberão um desconto de 20%.

O cálculo é efetuado pela média entre fevereiro de 2013 e janeiro de 2014. A medida de bônus é um meio do governo minimizar a crise hídrica no estado.

Mesmo que ocorram as tão esperadas chuvas, a população deve economizar o máximo possível para que não ocorram maiores problemas como falta d´água e racionamentos mais severos. #Natureza