O Corinthians lançou no dia 30 de outubro o projeto do que promete ser o maior cemitério do mundo. O Cemitério Corinthians Para Sempre terá formato de campo de futebol, com linhas, círculos e traves; uma área exclusiva para ex-jogadores (tribuna) e também aceitará a transferência de torcedores que se encontram enterrados em outros cemitérios. Serão 402 mil metros de área com jazigos para ídolos e torcedores do time, algo em torno de 70 mil espaços.

O projeto inclui ainda floricultura, estacionamento, uma área de reserva natural, lago, lanchonete e salas de velório. A ideia é que o torcedor tenha tudo personalizado, desde o velório até o enterro, com direito a uma coroa de flores no formato do escudo do time, execução do hino e outras referências ao Corinthians.

Publicidade
Publicidade

Segundo Ricardo Pólito, responsável pelo Grupo Memorial, a tribuna especial terá 100 jazigos para importantes nomes da história do clube como Geraldão, Biro-Biro, Zé Maria, Wladimir, Tobias e Basílio. Ele conta também que já entrou em contato com os familiares do comentarista esportivo Osmar de Oliveira, falecido em 2014, e de Baltazar, atacante do Corinthians na década de 50, que faleceu em 1997.

A pré-reserva de pacotes teve início também no dia 30. O valor varia de acordo com a área de preferência do torcedor: "Meu Amor" (área nobre), "Minha Vida" (área intermediária) e "Minha História" (área com preço mais acessível). Apenas mil jazigos estarão disponíveis com um desconto especial de 40% na pré-reserva. O site informa que apenas os primeiros torcedores a efetuarem suas reservas poderão escolher o local do jazigo: na marca do pênalti, perto do gol e outras áreas.

Publicidade

As reservas podem ser feitas pelo site Corinthians Para Sempre. O site disponibliza um telefone para mais informações.

O gerente de Marketing do clube, Alexandre Ferreira, informou que os torcedores de times rivais também são bem-vindos no Corinthians Para Sempre, mas acredita que vai ser difícil encontrar algum são-paulino ou palmeirense que queira estar no cemitério cercado por corintianos.

A obra deverá ficar pronta no segundo semestre de 2015.