Uma mulher foi morta em um ato suspeito de canibalismo na cidade de Argoed, País de Gales. A jovem de 22 anos e o suposto assassino conheceram-se horas antes do ocorrido em um bar. A vítima, identificada como Cerys Yemm, foi mordida e sofreu ferimentos no rosto, aparentemente depois de acompanhar o homem até o Sirhowy Arms Hotel (que agora funciona como abrigo), em Caerphilly, segundo informaram seus amigos. A polícia não identificou o homem, que foi atingido pela polícia com o disparo de um taser, foi detido e morreu mais tarde. No entanto, ele foi reconhecido localmente como Matthew Williams, de 34 anos, recentemente libertado da prisão, depois de cumprir metade de uma sentença de cinco anos por agressão à uma ex-namorada.

Publicidade
Publicidade

Cerus vivia na vila de Oakdale. Segundo amigos, a vítima e o assassino se conheceram em um bar, onde ficaram conversando e bebendo. O homem então a persuadiu a voltar com ele para o hotel e disse que pegaria um táxi pra ela voltar para casa. Eles acreditam que ao chegar ao hotel, Matthew deve ter convidado a jovem para o quarto, onde a atacou.

A polícia se recusa a comentar sobre as alegações de canibalismo, mas uma fonte que tem conhecimento da investigação indicou que o canibalismo vai ser investigado. Um segurança do hotel, que preferiu não se identificar, afirmou que a jovem havia sido vítima de um ataque canibal. Vizinhos do albergue afirmaram que o homem infringiu as regras e levou a vítima para o seu quarto para uma bebida. A polícia foi acionada na madrugada de quinta-feira, após a equipe de segurança do hotel invadir o quarto.

Publicidade

A invasão aconteceu pois o homem se recusava a atender à porta.

Muitos vizinhos disseram que o albergue, que abriga pessoas desabrigadas em nome do Conselho Caerphilly, não causa muitos problemas no local. Mas alguns disseram ter sido perturbados, algumas vezes, por pessoas que bebem e fumam nas matas próximas. A polícia também afirmou que os procedimentos de primeiros socorros foram prestados à vítima, mas a mesma foi pronunciada falecida.