Segundo levantamento divulgado pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), revela-se que no primeiro semestre deste ano foram fabricadas 769.613 motos, contra 839.945 unidades no mesmo período em 2013. O que corresponde a uma redução de 8,4%. Nossa frota nacional de motocicletas é de 20 milhões aproximadamente, com uma produção anual de 1,7 milhão de motocicletas. O Brasil é o 6.° produtor mundial.

Causa e efeito

Em contrapartida em relação a redução de vendas, houve um aumento em exponencial de acidentes com motociclistas, segundo o Ministério da Saúde.

Publicidade
Publicidade

A frota de motociclistas aumentou 300% entre 2001 e 2011. Em 2011 foram 11.628 vítimas fatais no país, ou seja, temos um número de mortes comparado aos países em guerra. Segundo estudos e pesquisas da Abraciclo, o perfil dos acidentados em 92% são homens com idade média de 29 anos, 62% ganham entre 1 e 3 salários mínimos, 20% possui ensino superior e 80% ensino médio, 73% usam a motocicleta como transporte e 23% para trabalhar.

Guerra urbana

Existem inúmeros fatores que elevam o número de acidentes com motociclistas, dentre eles a falta de conhecimento adequado, pois muitos aprenderam a dirigir sozinhos, motocicletas sem manutenção periódica, falta de equipamentos e vestimentas adequados. Independente se é para trabalhar ou simples locomoção, os acidentes quando não são fatais provocam sequelas para o resto da vida.

Publicidade

Claro que existem casos e casos dos famosos ¨motoboys¨, que abusam, desrespeitam e quebram retrovisores, mas é uma parcela mínima. A realidade é que o motociclista está totalmente exposto, sem a proteção estrutural de um automóvel. E independente da colisão, quem está em duas rodas sempre irá levar a pior.

Ainda há o que melhorar, muitas coisas devem ser revistas nos quesitos de segurança para motociclistas, principalmente nas grandes cidades. As estatísticas referentes aos acidentes são números de guerra, uma guerra que estamos perdendo diariamente.