Você sabia que existe um lugar imenso no Oceano Pacífico que não importa o quão profundo você vai, se tirar uma amostra de água, encontrará plástico nele? É triste mas verdadeiro. Muitos navios despejam seus lixos ao mar. O pior de tudo isso é que os cientistas estimam que 80% dessa poluição encontrada no mar veio de origem da terra. Isto significa que o copo plástico que tem caído nas ruas ou sacos plásticos que vemos soprado pelo vento até o esgoto, faz o seu caminho para se juntar ao lixo do oceano.

Esse grande problema chegou à atenção do público através dos esforços do Capitão Charles Moore, que não podia acreditar na extensão dessa poluição que ele havia encontrado. Isso ocorreu num lugar ao norte do Havaí, onde as correntes e ventos oceânicos parecem vir juntos em um marasmo circular lento. Tão ruim quanto isto é saber que o resto dos nossos oceanos também têm depósitos similares. Esta estimativa é que 1/4 dos nossos oceanos estão poluídos. Esse é um problema extremo que o plástico está colocando em nosso ambiente.

E a maioria de nós não entende o seu verdadeiro perigo. Poucas pessoas sabem que estamos diante de um super desastre que nos afeta diretamente. Não podemos confiar nos governos para cuidar deste problema. Não é enviando uma equipe de limpeza para recolher o lixo que vai resolver esta questão. Quando tivermos uma clara consciência do que realmente está acontecendo com plástico em nossos oceanos, poderemos resolver esta questão. Cabe a cada um de nós fazer a nossa parte. Este é um momento em que podemos fazer mais diferença do que nossos governos. Quando estamos juntos, somos uma força imparável e é isso que vamos ter que lidar para acabar com essa confusão da poluição.

O desmatamento de florestas, o derretimento do gelo nos polos, a poluição dos oceanos e outras interferências desfiguram os biomas e, como consequência, ameaçam os animais que eles abrigam. "Até quando vamos ficar assim, de braços cruzados esperando a morte chegar... assim dizia aquela canção". #Natureza #Google