Soluções para a mobilidade urbana são necessárias em todo o mundo e, em muitas cidades, algumas ações que exigem a participação individual maior que a coletiva são colocadas em prática com razoável nível de acerto. O Brasil ainda não têm muita experiência nesse ramo. A maior parte das tentativas de solucionar problemas de trânsito é feita pelos governos, e em grande parte dizem respeito à construção de túneis, viadutos, duplicação de rodovias, modificação dos transportes coletivos e coisas do gênero.

Recife é uma cidade que não fica devendo nada às grandes cidades congestionadas do mundo, tendo sido considerada, há pouco, como a cidade com o pior trânsito do Brasil.

Publicidade
Publicidade

A geografia da cidade não favorece mudanças estruturais de grande porte, pois não existe espaço para onde a cidade possa crescer, senão para dentro do rio que a divide em várias partes.

Pois é lá, na Veneza Brasileira, que será implantado um dos primeiros sistemas de carros compartilhados no país: assim como as bicicletas compartilhadas que já fazem parte do cotidiano de muitas cidades brasileiras, os automóveis estão chegando para reproduzir idéias postas em práticas em algumas cidades de outros países, como Paris, Amsterdã, ou dezenas delas nos EUA.

Se o sistema funcionará como se deseja, ou se ficará preso nos engarrafamentos usuais da cidade, ninguém sabe, mas que é uma boa ideia, isso é bem verdade.

Se a cada dia novas ações forem tomadas, forem trabalhadas na mídia, divulgadas, estimuladas, e mexerem com a cabeça das pessoas, certamente o pensamento comum e comportamento começará a mudar, melhorando o nosso cotidiano.

Publicidade

A experiência de compartilhamento de carros que já existe em São Paulo há alguns anos não se parece com essa ação a ser implantada no Recife, mas nem por isso deve ser desestimulada. Qualquer iniciativa que vise diminuir o número de automóveis em trânsito nas ruas de nossas cidades é bem vinda. Menos o roubo deles e seu desmonte para o mercado paralelo de peças, ou sua "exportação" para o Paraguai. #Automobilismo #Inovação