Mais um grande concurso público é aberto no estado de São Paulo. Dessa vez é para pessoas que tenham ensino meio completo e Carteira Nacional de Habilitação na categoria "B". Além disso, apenas homens podem concorrer e estes precisam ter no mínimo 1,65m de altura e no máximo 40 anos na hora da posse. Todas essas exigências são feitas para quem quiser ocupar uma das 1.593 vagas de agente de escolta da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP/SP).

No começo os aprovados e convocados receberão adicional de insalubridade de R$ 543,26, que somado ao salário dá um total de R$ 2.791,40. Porém, há progressão de carreira e a pessoa que ficar trabalhando nesse cargo pode subir até o sétimo nível.

Publicidade
Publicidade

No segundo passa a receber R$ 3.051,70, no terceiro R$ 3.337,12 e no quarto R$ 3.655,62. Já no quinto o salário chega a R$ 4.004,04, no sexto nível a R$ 4.231,04 e no último nível de progressão a pessoa recebe R$ 4.392,38.

Quem quiser uma das vagas de agente de escolta da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP/SP) terá que fazer uma prova de múltipla escolha no dia 1 de março do ano de 2015. Ao todo serão 50 questões de múltipla escolha divididas em conhecimentos gerais, português e matemática. Depois disso, há também a prova física, comprovação de idoneidade e avaliação psicológica.

No dia a dia, os que assumirem uma das vagas terão que escoltar presos e guardar unidades prisionais, com o intuito de evitar fugas. Quem quiser trabalhar na área e participar da seleção terá que entrar no site da organizadora do concurso, a Vunesp, do dia 24 de novembro até o dia 16 de janeiro do próximo ano.

Publicidade

Lá é necessário informar os dados pessoais, além de ler com atenção a todos os itens descritos no edital para ver se realmente atende a todas as exigências do cargo. A inscrição só será confirmada depois do pagamento da taxa de R$ 65.

Você está se preparando para esse concurso público ou está aguardando algum outro em especial? Conte pra gente nos comentários! #Trabalho