Além dos altos valores cobrados nas mensalidades de escolas privadas, por que alguns pais têm procurado a rede pública de ensino? Grande parte dos pais com condições financeiras capazes de propiciar uma escola particular ao filho o fazem. Não é reprovável a atitude, já que sempre se quer e busca se dar o melhor para que os nossos filhos tenham oportunidades e possam ter uma boa perspectiva para o futuro.

Embora a quase totalidade das pessoas com capacidade econômica optem por instituições de ensino privadas, alguns pais já passam a encarar com mais 'normalidade' a possibilidade de que seus filhos passem a frequentar uma escola pública.

Publicidade
Publicidade

O motivo?

O aumento das mensalidades beira ao absurdo, quase sempre, senão sempre, superando a inflação, dentre outros fatores, como o aumento da receita com quadro de funcionários e etc. Mesmo com o fator econômico, há ainda aqueles pais que sustentando uma visão político-filosófica, decidem pela escola pública, sob o contexto de que 'já pagam pelo ensino'. A ideia não está equivocada e é justo que se dê uma chance ao ensino público.

Embora a noção de que por ser pago se tem mais direito, melhor #Educação e ensino, a ideia pode incidir em erros, pois, mesmo com o pagamento por um serviço, não há qualquer garantia de que seja melhor ou que seja mais eficaz.

Muitas escolas do ensino público tem se destacado pela excelência na formação de seus alunos, seja pela conquista de prêmios nacionais, seja pelo ótimo desempenho nas provas federais que atribuem pontuação à escola.

Publicidade

Mas o pré-conceito e a visão por vezes distorcida do ensino público não atinge apenas os mais abastados, seja pela convivência com pessoas de padrão de vida menos privilegiadas, seja pelos projetos sociais desenvolvidos nas escolas, o preconceito parte de dentro da própria escola.

Nesse ano compareci a uma escola municipal para efetuar a matrícula do meu filho no primeiro ano do ensino fundamental. A funcionária da escola, ao pegar o comprovante de residência e verificar que o endereço constava de uma área nobre da cidade, não escondeu a surpresa e não se conteve em dizer de forma explícita que o meu pequeno conviveria com crianças carentes e participaria de projetos sociais.

E isso não é ótimo para a formação social e moral dos nossos jovens, futuro do país? Expliquei a ela que entendia perfeitamente a situação, que meu filho conviveria com crianças carentes e que não haveria problema algum, afinal, se nossos pequenos são o futuro dessa nação, melhor que conheçam a realidade como ela é, e não como dizem que é. #Opinião