O ano de 2014 tem sido bastante conturbado: eleições acirradas, brigas entre estados e classes sociais, aviões caindo, seca em São Paulo. Tem sido um ano bastante difícil, sobretudo para os familiares e fãs que perderam pessoas que fizeram a diferença em suas áreas de atuação. Serão citados alguns nomes de #Famosos que faleceram nesse ano. Vamos nos recordar brevemente de grandes perdas em 2014:

No campo político e empresarial perdemos três grandes nomes:

  • Antônio Ermírio de Moraes, paulista, empresário, engenheiro e presidente de honra do Grupo Votorantim. Homem humilde e generoso. Foi presidente do Hospital Beneficência Portuguesa por 40 anos. Faleceu de insuficiência cardíaca em 24 de agosto, aos 86 anos.
  • Eduardo Campos, pernambucano, economista, político, presidente do PSDB e candidato à Presidência da República em 2014. Era neto de Miguel Arraes e foi o governador mais bem votado em 2010. Faleceu em um acidente aéreo em 13 de agosto, aos 49 anos.
  • Samuel Klein, polonês, judeu, fundador das Casas Bahia. Homem humilde, gostava de atender às pessoas de classes menos favorecidas. Faleceu em 20 de novembro,de insuficiência respiratória, aos 91 anos.

Na área da literatura, nomes importantíssimos farão grande falta:

  • João Ubaldo Ribeiro, baiano, jornalista e escritor. Seus textos destacavam-se pela ironia e contexto social. Suas obras incluem o Sorriso do Lagarto, Sargento Getúlio, a Casa dos Budas Ditosos. Faleceu dia 18 de julho de 2014, aos 74 anos, de embolia pulmonar.
  • Ariano Suassuna, pernambucano, dramaturgo, romancista e ensaísta. Suas obras falam sobre os nordestinos do Brasil. Dentre elas destacam-se O Auto da Compadecida, O Santo e a Porca, Farsa da Boa Preguiça, entre outras. Faleceu em dia 23 de julho, aos 87 anos, de parada cardiorrespiratória.
  • Gabriel García Marquez, escritor, político, jornalista e ativista colombiano. Considerado um dos mais importantes escritores do século XX. Sua obra mais conhecida é Cem Anos de Solidão. Morreu aos 87 anos de pneumonia, no dia 17 de abril.
  • Giorgio Faletti, escritor e comediante italiano. Seu best-seller, Eu Mato, vendeu mais de 4 milhões de cópias mundialmente. Faleceu em 04 de julho de câncer de pulmão, aos 63 anos.

Alguns famosos também tiveram que sofrer a dor terrível da inversão da ordem natural das coisas, ao perderem um filho nesse ano:

  • Jô Soares, apresentador, perdeu seu filho Rafael Soares, autista, aos 50 anos de idade, devido a um câncer no cérebro, no dia 31 de outubro.
  • Renato Teixeira, compositor e cantor, perdeu seu filho João Lavraz, aos 28 anos, em 01 de novembro. A causa da morte não foi divulgada.
  • Manoel Carlos, escritor de telenovelas, perdeu seu filho caçula Pedro Almeida, aos 22 anos, no dia 04 de outubro. A causa da morte pode ter sido mal súbito.
  • Marcos Batista, o anão Marquinhos, comediante e repórter, perdeu seu pequeno filho Samuel, de quatro meses, em 13 de novembro. A causa da morte não foi divulgada.

Grandes nomes da televisão e cinema também partiram nesse ano de 2014:

José Wilker, ator, diretor, apresentador e crítico de cinema cearense. Participou de diversos filmes e novelas. Faleceu dia 05 de abril aos 67 anos de infarto fulminante.

Hugo Carvana, ator e diretor de tv carioca. Morreu vítima de câncer de pulmão, aos 77 anos, dia 4 de outubro.

Nelson Ned, cantor mineiro, conhecido pela música Tudo Passará e por sua voz potente e pequena estatura - 1,12m. Faleceu em 05 de janeiro devido a uma pneumonia grave. Tinha 66 anos.

Robin Williams, comediante americano, participou de filmes como Uma Noite no Museu, Uma Babá quase Perfeita, Patch Adams e Sociedade dos Poetas Mortos. Morreu por asfixia em 11 de agosto, aos 63 anos.

Roberto Gómez Bolaños, comediante, dramaturgo, compositor e diretor. Conhecido por seus personagens Chaves e Chapolin. Faleceu devido a uma parada cardíaca, aos 85 anos, em 28 de novembro. #Entretenimento

Que Deus console o coração dessas e de outras tantas famílias que perderam seus entes queridos nesse ano.