A Universidade de Brasília mais uma vez se coloca a favor da comunidade para formação. Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Mestrado em Sustentabilidade, voltado aos Povos e Terras Tradicionais. Pela excelente repercussão e resultados da primeira fase, o curso será oferecido novamente em 2015.

No período de 4 de dezembro a 16 de fevereiro de 2015, você pode se inscrever. Serão selecionados trinta estudantes, sendo que quinze vagas estão destinadas a candidatos indígenas e afrodescendentes, residentes no México ou no Suriname. Lembrando que serão cobradas provas circunstanciais da sua origem étnica e de nacionalidade.

Publicidade
Publicidade

O mestrado é gratuito e terá duração de 24 meses, com carga horária de 420 horas. Maiores informações nos sites Mespt UNb e Cds UNB.

A UNB visa com este mestrado formar profissionais não somente na área ambiental, mas para desenvolver pesquisas valorizando a biodiversidade, cultivando as raízes dos povos tradicionais.

O mestrado deve abarcar, no quantitativo destinado a esse público, um maior número de profissionais ligados a instituições públicas e políticas, que trabalham com essas questões culturais e que têm a preocupação em preservar a diversidade desses povos.

O processo de seleção passará por três etapas: carta de intenções, currículo e por fim, prova oral. As inscrições devem ser feitas pessoalmente pelo estudante ou através de envio da documentação via correio. Para cursar o mestrado, não é necessário ter um nível superior específico, a formação superior é em qualquer área.

Publicidade

Na seleção anterior, a concorrência foi considerada grande pela Instituição. Foram cento e cinquenta e sete candidatos concorrendo a vinte e seis vagas. O curso chegou no final com vinte e três estudantes diplomados como mestres profissionais em desenvolvimento sustentável.

Dentro da disciplina serão estudados vários temas, tais como: a sustentabilidade, em sentido amplo da palavra; história; sociologia; antropologia; geografia e engenharia agrônoma e florestal. #Trabalho