No Brasil a velha frase que política não se discute é levada ao extremo e muitas pessoas deixam as decisões que envolvem o assunto de lado, enquanto outras defendem ferrenhamente suas ideias e de seus partidos.

Tentando exemplificar para quem gosta e para quem não é muito fã de política, existem duas vertentes que a dividem, a esquerda e a direita. Dois extremos, dois lados com ideologias diferentes que através dessas ideias principais se ramificam e formam todo o complexo mundo político.

Mesmo sem saber o que significam esses dois lados você já deve ter ouvido esses termos e com certeza já tem uma leve ideia sobre eles.

Publicidade
Publicidade

Aqui no Brasil, a imagem que se tem é de que a direita é algo ruim e a esquerda é a ideologia revolucionária com ideia de acabar com a pobreza e diminuir as desigualdades. Primeiramente, uma coisa é certa, são ideias primárias, que sofrem mutações e não se aplicam à realidade. 100% de esquerda ou direita não existe, mas sim um misto que tende para um dos lados. Mas enfim, qual é a diferença entre tais ideologias?

Esquerda

Existem no Brasil muitos partidos políticos, a maioria se auto definem de esquerda, inclusive o partido que está no poder, o PT, que se rotulam como a única solução de resolver os problemas da sociedade.

A esquerda defende o estado em prol da população, sendo assim ele é totalmente intervencionista e toma a frente de todas as decisões, principalmente na ordem econômica.

Publicidade

Para a esquerda a igualdade é um jogo de equilíbrio e a liberdade consiste em se ver livre de autoridades, abusos e desigualdade, sejam elas quais forem. As ideias de esquerda, como já citado, são ideias pós revolucionarias, encaixando-se no mundo moderno.

Ideias como casamento gay, aborto, descriminação de drogas e quaisquer ideias que sejam consideradas de sorte e de bom grado a um grupo hoje são rotuladas como ideias de esquerda e as ideias verdadeiramente de esquerda são esquecidas. Então é importante lembrar que ser esquerda é ter ideais políticos primeiramente e não apenas ideias que gerem alguma polêmica.

Direita

Já a direita defende uma liberdade principalmente focada na liberdade de comércio. Duas pessoas são livres para fazerem o que quiser, se uma se der melhor na vida que a outra é consequência de seu trabalho e esforço e assim se baseia a filosofia direitista.

Considerado um grupo mais conservador, defende a liberdade e uma menor intervenção estatal. Por esses fatores as ideias de direita são consideradas por muitos algo clichê e defendê-las , principalmente em países como o Brasil, pode não ser boa ideia, já que se é demonizado pelos esquerdistas.

Publicidade

De qual lado você está?

O extremismo nunca dá bons resultados, seja ele no futebol, na religião ou na política. Defender um lado ferrenhamente sem nenhum filtro pode trazer grandes problemas. Deve-se extrair o melhor de cada lado e formar uma nova ideia para que se evolua. Então estudar de forma mais profunda o que é defendido por cada lado ajudará muito você a definir em qual lado suas ideias estão, podendo assim ajudar a sociedade como um todo na tentativa de construir uma política melhor em nossos país. #Governo #Eleições