CPI da Petrobrás! Demorou, mais chegou! Após a grande depreciação dos preços das ações, de suspeitas relacionadas com #Corrupção (como da refinaria em Pasadena, por exemplo) e ser rebaixada à lista de investimentos inseguros por parte de órgãos internacionais, além das suspeitas de escândalos na década de 1990, a estatal será investigada! Foi instalada a CPI da #Petrobras na Câmara dos Deputados.

No primeiro impacto o que mais chama a atenção não é a CPI da Petrobras em si, já esperada mediante à crise, mas a presença do deputado Luiz Sérgio (PT-RJ) como relator, cargo designado pelo deputado Hugo Motta (PMDB-PB), o presidente da comissão.

Publicidade
Publicidade

CPI da Petrobras com PT e PMDB

Não é necessário ser um cientista político para estranhar o fato de deputados do PT e PMDB assumirem a comissão na CPI da Petrobras. Os dois partidos são suspeitos de participarem dos esquemas da Operação Lava Jato, 'um dos maiores casos de corrupção do mundo atualmente', disse Júlio Marcelo de Oliveira, procurador do TCU (Tribunal de Conta da União).

Ivan Valente - Uma voz no fim do túnel

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) fez pedido formal para a reunião de escolha da comissão, indicando seu desejo em retirar todos os nomes envolvidos com a Operação Lava Jato - caso de corrupção que envolve a estatal. O mais incrível é que Ivan Valente apenas foi apoiado pelo PPS, algo que foge do senso crítico de qualquer ser humano que saiba pensar conscientemente.

Publicidade

Não obstante, após ter o pedido negado entre os parlamentares, Valente demonstrou o verdadeiro significado do seu nome e botou a boca no trombone à imprensa, dizendo que os maestros das orquestras possuem o poder inclusive de escolher a trilha sonora - crítica direta ao baixo nível de imparcialidade na CPI da Petrobras.

CPI da Petrobras e doações!

Sérgio e Motta, dois nomes com participações importantes na comissão da CPI da Petrobras, ganharam doações financeiras de empreiteiras nas últimas eleições e por esse motivo são suspeitos. Porém, ambos prometeram imparcialidade máxima nas investigações!

Com um cenário como este não se assuste, pois a CPI da Petrobras tem grandes chances de acabar em pizza de sardinha, feita com prisão apenas de alguns peixes pequenos.