A CPI do HBSC foi solicitada no Senado por Randolfe Rodrigues, senador do PSOL-AP, em 26 de fevereiro. O político busca investigar este escândalo no qual a instituição financeira participou de evasões fiscais consideradas recordes em diversos países.

Números do esquema - CPI do HBSC

No esquema foi ocultado dos poderes públicos quase 100 bilhões de dólares de clientes presentes em 100 países, que atuavam junto com o banco na sonegação de impostos.

A CPI do HSBC deve ser assunto levado com máxima seriedade entre os senadores, afinal, dos 100 bilhões de dólares no esquema, cerca de 7 bilhões de dólares pertencem aos brasileiros que não cumpriram as obrigações tributárias e esconderam dinheiro na Suíça.

Publicidade
Publicidade

CPI do HSBC no Senado

O senador que defende a CPI do HSBC enxerga este como o maior caso de evasão fiscal no globo terrestre, justificando o ato de formar a comissão para investigar os envolvidos brasileiros. Ele reclama porque as autoridades brasileiras se demonstram quase inativas diante tamanha problemática.

Rodrigues possui fé de que, ao instalar a CPI do HSBC, o Senado Federal vai colaborar para disseminar melhor o problema à opinião pública, em principal ao chamar maior atenção na cobertura da imprensa.

Projeto da CPI do HSBC

Na votação da CPI do HSBC foram 32 senadores que confirmaram o apoio. Grande parte do apoio é da base dos governantes. Agora, para a CPI do HSBC caminhar é necessário esperar a decisão do presidente da casa, senador Renan Calheiros (PMDP-AL).

Ministério Público em Ação

Interessante notar que o projeto da CPI do HSBC no Senado ocorre logo na semana posterior da decisão do Ministério Público Federal em apurar o caso.

Publicidade

Os federais têm ajuda direta da Receita para investigar os brasileiros com contas secretas na matriz suíça deste banco inglês.

Escândalo do HSBC

O escândalo foi revelado ao público graças à ação de jornalistas pertencentes a uma associação internacional, que divulgou a presença de contas bancárias secretas no HSBC da Suíça.

Se a CPI do HSBC for realidade, junto com a CPI da Petrobras, será o grande caso de investigação no Brasil em 2015. #Legislação #Corrupção