Para que servem as manifestações pacíficas, a não ser para conseguir um ideal? Sim, seria, mas muitas pessoas as usam para fins maldosos, baderneiros e saqueadores.

O manifesto é uma declaração pública que busca respeito para determinadas intenções e princípios, então tenham isso em mente quando saírem de suas casas com esse fim.

Em meio a tantos escândalos que surgem diariamente, a população tem se revoltado e com a facilidade da internet muitos convites para manifestações no dia 15 de março de 2015 estampam páginas de redes sociais.

Os jovens trazem nos ombros o peso da responsabilidade de fazer do Brasil um país melhor, é justo, as informações estão aí para isso, para quem tem "voz" falar o que pensa.

Publicidade
Publicidade

Porém ao invés de somente atacar com palavras ofensivas, agindo como "Maria vai com as outras" que tal buscar informação? A hora é agora, colocar garra nas palavras e buscar soluções para os problemas reais é a chave da questão.

A população precisa estar preparada, pois os argumentos dos representantes políticos para derrubar a intenção do povo são muito fortes. A seriedade da repercussão que essas manifestações podem causar é grande, por isso a necessidade de se estar ciente dos atos.

A integridade física das pessoas deve estar no topo das preocupações, para quem vai sair para se manifestar, cuidado. E para quem optar não fazer parte, cuidado redobrado, não fique perambulando nesses locais.

Alguns grupos organizadores de manifestações deixam dicas sobre o comportamento caso haja baderna, violência e intervenção militar, muitos dizem para que os manifestantes se sentem ou cruzem os braços, para que deixem a polícia exercer seu trabalho.

Publicidade

Riscos é óbvio que vão ocorrer e ter consciência em momentos como esses de crise é imprescindível, saber digerir as informações dadas pelas mídias é responsabilidade de cada um.

Cabe somente ao povo seguir em frente nessa decisão ou recuar, sabendo que uma opção ou outra poderá afetar pais, filhos e netos de uma história que lá na frente será contada: a de luta por #Justiça ou falta de coragem.