O mercado financeiro aguardava com ansiedade e bastante preocupação o balanço oficial da #Petrobras, devidamente auditado do terceiro trimestre de 2014. O balanço foi divulgado no início da noite desta quinta-feira (23) e como o mercado já previa, a maior estatal brasileira teve um prejuízo bastante considerável, colocando em check a idoneidade da estatal.

A Operação Lava Jato já mostrava que a #Corrupção dentro da Petrobras estava presente nos corredores da empresa há muitos anos. A Polícia Federal trouxe à tona um dos maiores escândalos de corrupção que veio a público nos últimos anos. E os valores podem chegar a mais de R$ 6,2 bilhões.

Publicidade
Publicidade

O balanço da Petrobras foi auditado pela empresa independente Pricewatherhouse Coopers (PWC), que dá veracidade aos dados apurados.

As ações da Petrobras fecharam em alta, impulsionando a Ibovespa. Entretanto é preciso deixar claro que a Petrobras ganhou em torno de 44 bilhões em 2015, assim o valor da petroleira é de 171 bilhões. Mas quando comparado ao que a estatal valia em agosto de 2014, um valor de aproximadamente 295 bilhões, a estatal registra uma retração de 40%.

A divulgação do balanço auditado é essencial para que a Petrobras volte a ter a confiança dos investidores e credibilidade nos mercados financeiro nacional e internacional. Desta maneira a estatal volta ao cenário financeiro com chances reais de atrair novos investimentos e captar recursos para cumprir com seus compromissos.

Publicidade

Com a divulgação do balanço provavelmente os credores não vão solicitar a antecipação dos pagamentos das dívidas.

A divulgação do balanço foi adiada por algumas vezes devido à grande dificuldade que existia para contabilizar os prejuízos com a corrupção instaurada na Petrobras. Não se sabia ainda qual o tamanho do rombo nos cofres da empresa.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou na segunda-feira (20) que “apresentação do balanço auditado da Petrobras seria mais um passo para a reconstrução da empresa”.

O ministério público afirma que as investigações vão continuar até que todos os responsáveis sejam punidos e que será pedido o ressarcimento de pelo menos 1,18 bilhões por desvios na Petrobras. #Lava Jato