Sindicalistas e civis compareceram a votação do ajuste fiscal nesta quarta- feira (13) em Brasília. Com cartazes, faixas e tumulto durante a votação, os manifestantes reivindicavam a derrubada da medida provisória apresentada pelo PT, alegando que o Partido dos Trabalhadores traiu a classe trabalhista.

Alguns manifestantes foram retirados do local após abaixarem as calças diante da sessão da plenária. Houve tumulto e empurra-empurra entre os deputados na votação polêmica da segunda semana do ajuste fiscal. A votação foi interrompida por gritos e confusões que aconteciam entre os deputados e por alguns manifestantes, sendo aprovada em sua maioria, a medida provisória apresentada em projeto pelo #Governo e sua base.

Publicidade
Publicidade

O governo e o PMDB garantiu a adesão dos parlamentares que votaram contra a primeira MP que trata do ajuste fiscal, na semana passada no dia seis de maio. Para isso a articulação política do partido do vice-presidente do Brasil garantiu a segunda vitória do PT que segue com a votação do ajuste fiscal durante o mês. #Manifestação