O reajuste fiscal apresentado pelo #Governo do Partido dos Trabalhadores (#PT) modifica leis previdenciárias para todos os trabalhadores do Brasil. O rigor apresentado nas alterações aumenta o tempo mínimo exigido para a concessão de benefícios e pensões. O governo da presidente Dilma Rousseff obteve vitória na primeira votação do reajuste fiscal realizada pela câmara dos deputados federais e espera nesta quarta-feira (13) aprovar o projeto de lei que regula o seguro-desemprego no Brasil.

A votação na semana passada foi polêmica e manifestantes foram impedidos de adentrarem aos salões do congresso, permanecendo no salão verde no Palácio do Planalto.

Publicidade
Publicidade

Em coro e com fantasias com notas falsas e cartazes em mãos, os manifestantes cantavam em um só coro uma canção brasileira: "você pagou com traição, a quem sempre lhe deu a mão", para o PT que altera leis trabalhistas aumentando o tempo de pedido de concessão de benefícios a classe. Indignados com a aprovação do reajuste fiscal, os manifestantes apontam que as medidas previdenciárias são contra a classe e aos princípios do partido do governo que tem como base movimentos sociais ligados à classe trabalhista como a Central Única dos Trabalhadores - CUT. #Manifestação