Nesta quinta-feira (30), as manifestações pacíficas e ordeiras foram trocadas pelo vandalismo, tendo como alvo a sede do Instituto #Lula, em São Paulo. Uma bomba de fabricação caseira foi arremessada em direção ao prédio que abriga a organização. Por sorte, não houve feridos.

Relatos dão conta de que por volta das 22h um carro que seguia o fluxo do bairro Ipiranga, na Zona Sul, se aproximou da garagem do local e algum membro no interior do veículo atirou o artefato. As imagens geradas pelas câmeras de segurança do instituto não possibilitam a visualização da placa do automóvel envolvido no episódio. Embora seja feita de metal, a explosão ocasionou um buraco na garagem do prédio.

Publicidade
Publicidade

Médicos que estavam de plantão em um hospital próximo ao Instituto Lula relataram que o barulho da explosão fez "tremer praticamente todo o hospital". De acordo com informações, o ato teria sido realizado especificamente às 22h20.

Celso Marcondes, diretor do Instituto Lula, afirma ter certeza de que se trata de um ato político. No entanto, lamenta as cenas de vandalismo, que contrastaram com um outro protesto realizado também na quinta-feira em frente à sede do grupo.

"Nós sabemos que foi uma provocação oriunda de um ato extremamente político. A democracia não aceita esse tipo de comportamento. Mais cedo, tivemos um protesto crítico contra o ex-presidente Lula, mas foi tudo bem, de forma pacífica. Cheguei hoje (sexta-feira) de manhã cedo e os policiais já haviam recolhido os objetos", contou Marcondes.

Publicidade

Em nota oficial, o Instituto Lula destacou que espera que os responsáveis pelo ato possam ser punidos rigorosamente: "Comunicamos as autoridades, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o Ministério da Justiça e aguardamos que os responsáveis por essa atitude lamentável sejam identificados e punidos", informa o texto.

Membros da Polícia Civil foram até o local e realizaram uma avaliação inicial dos danos executados no edifício que abriga a sede do Instituto Lula. Eles também terão acesso às imagens geradas pelo sistema de segurança.

 

  #PT