Não, você não está lendo uma matéria do 'Sensacionalista', site conhecido por fazer brincadeiras irreais com notícias de verdade. Sim, caro internauta, a realidade muitas vezes pode superar a ficção. Prova disso são as eleições para a prefeitura de São Paulo em 2016. Mesmo a mais de um ano para o pleito, pelo menos três apresentadores de #Televisão já são pré candidatos. João Dória, que está conversando com o PSDB de Aécio Neves, Celo Russomanno do PRB e o mais conhecido de todos, José Luiz Datena do PP. Os debates na televisão prometem ser épicos e o atual prefeito da cidade, Fernando Haddad do #PT, que tentará a reeleição, parece que não tem medo de nenhum dos três comunicadores.

Publicidade
Publicidade

O receio dele é uma outra figura midiática, o palhaço Bozo, que fez muito sucesso nos anos 80 na telinha do SBT.

A declaração foi dada ao site Diario Centro do Mundo, que tem uma editoria voltada a beneficiar o Partido dos Trabalhadores. "Meu medo mesmo é que o SBT decida lançar o Bozo como candidato, aí sim eu estou perdido", disse o prefeito de São Paulo, ironizando seus adversários e dando a entender que eles são palhaços. Haddad ainda falou seriamente sobre o assunto, dizendo que o candidato com mais cara de político dos três apresentadores é Celso Russomanno. Conhecido por quadros na TV ajudando na defesa do consumidor, Rossomanno teve um bom desempenho no primeiro turno das últimas eleições para a prefeitura de São Paulo.

Segundo Fernando Haddad, Celso Russomanno é considerado o mais normal dos três apresentadores, já que tem um jeito mais tradicional de fazer política.

Publicidade

Já sobre José Luiz Datena, apresentador do 'Brasil Urgente' na TV Bandeirantes, Haddad disse que o grande trunfo do jornalista é ser um rosto conhecido. Isso pode ajudá-lo a trazer muitos votos. O comunicador chegou a dizer no passado que achava um absurdo apresentador de TV virar político. Já nas primeiras semanas em que foi divulgada sua possível candidatura, Datena afirmou que só confirmaria o fato faltando poucos dias para as eleições. Mas nessa semana ele se pré-candidatou pelo Partido Progressista. #Governo