20 de julho, dia em que é comemorado o dia do amigo. Na data, Eduardo Cunha, presidente da câmara dos deputados deu um presente e tanto para a presidenta da república Dilma Rousseff. Não, ele não ligou para a chefe política do país e agradeceu por todo o "carinho" que os dois tem um pelo outro. Muito pelo contrário, Cunha exigiu uma acareação de Dilma. Segundo ele, a verdade precisa ser esclarecida e já. Mas ao mesmo tempo que ele fez o pedido, Cunha recebeu um golpe o qual também teve que aceitar. Ele disse que se for preciso participará da acareação com o lobista Júlio Camargo. Júlio confirmou que pagou cinco milhões de dólares em propina para o deputado do PMDB. 

Cunha também defendeu que outros políticos do PT, além de Dilma, tivessem que passar por uma rodada de esclarecimentos, como Edinho Silva, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, e Aloizio Mercadante, ministro da Casa Civil.

Publicidade
Publicidade

Ele sugeriu que os petistas tivessem um encontro com Alberto Youssef, doleiro delator que ajuda nas investigações da Lava Jato, operação investigada pela polícia federal. Neste segunda, Eduardo Cunha se reuniu em um almoço com outros integrantes do PMDB. A conversa aconteceu durante um almoço na AERJ, Associação de Emissoras de Rádio e TV do Rio de Janeiro. 

Cunha, no entanto, chamou só o fato de se sugerir uma acareação um ato de oportunismo. Ele se disse disponível para falar em qualquer momento, mas desde que seus "amigos" do PT também sejam ouvidos. Ele lembrou que #Dilma Rousseff também foi uma que negou o que foi dito pelo doleiro Yossef e disparou: "que todos façam parte dessa acareação". 

Eduardo Cunha ainda falou sobre sua polêmica decisão declarada na última sexta-feira, 17.

Publicidade

Na ocasião, o presidente da câmara avisou que romperia com o #Governo. Ele disse, entretanto, que isso não quer dizer que ele barrará os interesses dos brasileiros. Cunha falou que não quer colocar fogo no país, nem mesmo uma bomba. Ele apenas confirmou que mudou seu jeito de pensar sobre o seu alinhamento político. Eduardo ainda revelou que pretende continuar exercendo da mesma forma de antes a presidência da câmara. #Famosos