A presidente #Dilma Rousseff concedeu uma entrevista nesta segunda-feira, 24 de agosto, para o Jornal O Globo no Palácio do Planalto. Dilma admitiu que "talvez" ela e sua equipe econômica tenham errado ao demorar a perceber o tamanho da crise. Ela afirmou que deveria ter tomado medidas corretivas ainda no ano passado, 2014, antes mesmo das eleições presidenciais.

Dilma contou que o #Governo tomou muitos sustos, pois seu governo nunca havia previsto uma queda tão grande da arrecadação de impostos.

Ela afirmou ainda que o cenário econômico internacional é um futuro imprevisível. Ela afirmou ao jornalista Ilimar Franco que errou ao ter demorando tanto para ver que a situação era mais grave do que imaginávamos.

Publicidade
Publicidade

“Eu nunca imaginaria que o preço do petróleo cairia de US$ 105,00 o barril em abril para US$ 43,00 hoje”, afirmou. Ela disse que a crise começou em agosto de 2014 e que os estados brasileiros só começaram a perceber que a arrecadação caiu entre os meses de novembro e dezembro de 2014.

Sobre a economia mundial disse que o futuro é imprevisível e que as dificuldades não ficarão apenas nas exportações para a China. Ela afirmou que a política de industrialização da China foi acelerada e que todos os países estão perdendo arrecadação.

Operação Lava Jato

Dilma também disse que lamenta profundamente os escândalos de corrupção na Petrobras, investigados e confirmados na Operação Lava Jato. Ela disse que não esperava que petistas e pessoas tão próximas estivessem envolvidas em fraudes na estatal brasileira.

Publicidade

Ela disse que não devemos esperar que as pessoas sejam fonte da virtude. As instituições é devem ter o mecanismo de controle da corrupção.

Questionada sobre Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ela não quis comentar. “Prefiro não falar sobre pessoas. Eu estou budista. Hoje sou Dilminha paz e amor”, justificou.

Leia mais notícias:

Empresa de Lula recebeu mais de R$ 10 milhões de empreiteiras investigadas na Lava-Jato

Oposição já tem metade dos votos para iniciar impeachment contra Dilma

Desemprego salta para 7,5% em julho e tem a maior taxa em cinco anos no Brasil

Ex-vereador do PT é preso pela Polícia Federal na 18ª fase da Lava Jato #Crise econômica