Na 18ª fase da Operação Lava Jato, chamada de “Pixuleco II”, a Polícia Federal cumpriu diversos mandados de prisão e de busca e apreensão na capital federal, Porto Alegre, São Paulo e Curitiba. Mais de 70 policiais federais participaram da ação nesta quinta-feira, 13 de agosto.

A Polícia prendeu o ex-vereador petista de Americana, São Paulo, Alexandre Oliveira Correa Romano. O nome da investigação “Pixuleco" se refere a como os políticos chamam a propina que recebiam da #Petrobras.

O ex-vereador do PT foi detido indo para uma viagem, no aeroporto de Congonhas. Ele será levado para a sede das investigações da Polícia Federal em Curitiba, onde já está seu companheiro do PT José Dirceu.

Publicidade
Publicidade

Essa etapa da operação Lava Jato está ligada ao operador da 17ª fase. Segundo o jornal O Globo, os valores podem passar de R$ 50 milhões a partir de contratos de crédito junto ao Ministério do Planejamento. Segundo os investigadores, os pagamentos das propinas aconteciam através de empresas de fachada.

Na fase anterior da Lava Jato, a “Pixuleco" prendeu o ex-ministro, amigo de Dilma e Lula, José Dirceu e mais sete pessoas suspeitas de #Corrupção na Petrobras e lavagem de dinheiro.

As propinas eram pagas a Dirceu através da empresa JD Assessoria e Consultoria Ltda e também em dinheiro vivo, na próprias mãos do petista.

Tiveram casos em amigos do ex-ministro buscaram o dinheiro na fonte, na casa do empresário Milton Pascowitch, também investigado na Operação da PF. Segue os investigadores, Milton era um dos operadores do esquema de propina.

Publicidade

Os esquemas aconteciam desde o governo Lula, quando Dirceu era o ministro da Casa Civil, um dos principais cargos do governo.

Benefícios dos amigos de Dirceu

O amigo de Dirceu, o atual ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assinou uma portaria, publicada no Diário Oficial da União, no dia 04 de agosto, ajudando o presidiário Dirceu a contar o tempo que viveu na clandestinidade para se aposentar. Cardozo autorizou a contar 11 anos a mais para que Dirceu possa se aposentar facilmente somando 35 anos de “serviço”. #Casos de polícia