Centenas de pessoas decidiram fazer uma manifestação inusitada na manhã desta sexta-feira, 28, em São Paulo. Tendo a ponte estaiada como cenário, homens e mulheres contrários ao governo de Dilma Rousseff inflaram um boneco gigante do ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário. Os que protestavam queriam que a imagem ganhasse destaque no 'Bom Dia São Paulo', telejornal local exibido pela Rede Globo de #Televisão por volta das seis da manhã na maior cidade do país. 

No entanto, a atração apresentada por Rodrigo Bocardi teve uma atitude curiosa e fechou as persianas do estúdio de São Paulo. Ao longo do telejornal, Bocardi chegou a informar sobre o protesto.

Publicidade
Publicidade

No entanto, a imagem do boneco Lula de presidiário não virou mais o plano de fundo do telejornal global. Na tarde desta sexta, depois de horas de protestos, os manifestantes decidiram rasgar o tal boneco. O fato gerou notícias no Brasil e no mundo. 

Nas redes sociais, os internautas tentaram entender o porquê da proibição da Rede Globo. Afinal, o que motivou o estúdio, que gosta de mostrar a cidade de São Paulo em pleno vapor, a fechar as persianas? O 'Bom Dia São Paulo' já teve essa atitude outras vezes antes, mas também já reportou protestos sem fazer alterações na transparência de sua vidraça. Alguns internautas apoiaram a atitude da emissora, dizendo que poderiam acabar estendo alguma faixa contra a própria Globo. No entanto, outras pessoas ligaram a atitude ao editorial do jornal O Globo.

Publicidade

O impresso surpreendeu ao dizer que a apóia a manutenção de Dilma na presidência e ao pedir que a oposição tenha mais cuidado no assunto.

Durante manifestações passadas, faixas e até lasers já foram usados para chamar os telespectadores contra a própria emissora. O protesto dessa vez aparece em um momento que Dilma Rousseff vive um dos seus piores momentos no governo. Mais de 70% dos eleitores creditam o governo de Rousseff como ruim ou péssimo. Menos de 10% dizem que a gestão de Dilma é boa ou ótima.  #Lula