De outubro de 1968 a dezembro de 1979 José Dirceu viveu na clandestinidade. Um dia após ser preso por conta da Operação Lava-Jato, o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo assinou uma portaria, que foi publicada no Diário Oficial da União no dia 04 de agosto, autorizando que o ex-ministro utilize esse tempo para ajudar no cálculo da sua aposentadoria. O Ministro da Justiça para tomar a decisão, se apoiou em um pedido de José Dirceu na Comissão de Anistia que foi aprovado por unanimidade por aquela instituição.

Para acessar o link da página do Diário Oficial da União com o parecer do Ministro da Justiça é só clicar aqui.

Mesmo preso, Dirceu recebeu a boa notícia.

Publicidade
Publicidade

Agora Zé Dirceu tem em seus cálculos previdenciários 11 anos a mais e assim poderá se aposentar mais facilmente com 35 anos de serviço. Na contramão da decisão estão as novidades do fator previdenciário no Brasil. O cidadão comum que pretenda se aposentar terá que ter uma soma entre idade e tempo de trabalho maior, isso tudo para possibilitar que a previdência sobreviva por mais tempo.

De acordo com reportagem do Jornal O Globo, José Dirceu teria recebido anistia por essa comissão já em 2002 e também teria ganhado um valor de quase R$ 60.000,00 como reparação econômica pelo período em que viveu na clandestinidade. Quando a decisão foi tomada, ainda naquele ano, José Dirceu era o presidente nacional do PT e disse que tinha direito a receber o dinheiro e que nem isso era capaz de reparar os danos a sua identidade e o trauma por ter vivido tanto tempo sem identidade.

Publicidade

José Dirceu não pediu contagem do tempo para aposentadoria na época, mas agora pediu e recebeu o aval de José Eduardo Cardozo. Dirceu foi Deputado Estadual por São Paulo e Deputado Federal até 2005 quando teve seu mandato cassado. Pelos períodos como legislador em Brasília/DF ele já recebe aposentadoria. O valor chega a RS 10.000,00 por mês, bem acima do limite que o INSS estabelece que é de R$ 4,3 mil por mês.

Leia mais notícias sobre economia e política

Operação Lava-Jato irá impactar o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil em mais de 100 bilhões de reais. Leia mais clicando aqui.

Renan Calheiros apresenta projeto para "salvar o Brasil" da crise. Clique aqui e leia a notícia completa. #Governo #Lava Jato #Corrupção