Segundo a revista Veja, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva já arrecadou R$ 27 milhões em quatro anos, apenas dando palestras. Até aí, nada demais. Outros ex-presidentes daqui e de outros países também já fizeram fortuna fazendo a mesma coisa. Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton, são bons exemplos.

Então por que chama a atenção os milhões de #Lula ? Simples. Lula abriu a empresa LILS, iniciais de seu nome, para gerenciar suas palestras, ministradas no Brasil e no exterior. A empresa movimentou, entre abril de 2011 e maio de 2015, entre créditos e débitos, R$ 52 milhões. Desse total, R$ 27 milhões foram em créditos, na conta da LILS, no Banco do Brasil, provenientes de companhias que atuam em diferentes segmentos.

Publicidade
Publicidade

No entanto, na relação dessas companhias, estão as empreiteiras Odebrecht, a Andrade Gutierrez, a OAS e a Camargo Correa, que contribuíram com R$ 10 milhões, para deixar a conta de Lula mais gorda. Todas envolvidas no esquema criminoso da Petrobras, investigado pela operação #Lava Jato.

Como isso tudo foi descoberto? O Coaf, Conselho de Controle de Atividades Financeiras, é um órgão do Ministério da Fazenda responsável por identificar, no sistema financeiro, movimentações bancárias, depósitos e saques vultosos, que podem ser de interesse dos órgãos de investigações. Foi assim que o Coaf identificou na LILS, movimentações financeiras incompatíveis com o faturamento. No relatório do Coaf encaminhado à Polícia Federal, Ministério Público e Receita Federal, conta que "aproximadamente 30%" do valor arrecadado pela empresa de Lula, tem origem nas empreiteiras envolvidas no escândalo da Petrobras.

Publicidade

O histórico de Lula junto a essas empresas chama a atenção. Lula viajou com a Odebrecht e a Camargo Correa, em busca de novos negócios, pela África e pela America Latina. Durante seu governo, muitas empresas que hoje contratam seus serviços, foram beneficiadas com financiamentos concedidas por bancos públicos. Uma delas foi a Quip. O nome pode parecer desconhecido, mas na verdade, a Quip foi formada pela associação entre a Queiroz Galvão, UTC, Iesa e Camargo Correa (todas investigadas pela Lava Jato) e foi contratada pelo governo Lula para construir plataformas de petróleo para a Petrobrás. 

Como na política é dando que se recebe, chegou a vez de Lula receber. A Quip contratou o ex-presidente para dar uma palestra motivacional, para 5000 operários, durante 29 minutos, em maio de 2013. Por esse serviço, ele recebeu a bagatela de R$ 378.209,00. Fazendo uma conta rápida, o minuto de Lula pode ser um dos mais caros da história. Ele ganhou R$ 13.000 por minuto.

Não é só o ex-presidente que ficou milionário.

Publicidade

Toda a família é bem sucedida. O filho mais velho, Fabio Luis, que detinha uma empresa de games, que inicialmente tinha um capital de R$5 mil, alguns anos depois vendeu parte da empresa por R$ 10 milhões. Outro filho promissor é Luis Claudio, o mais novo. O rapaz que trabalhava no Palmeiras, como auxiliar de preparador físico, abriu, em 2011, a empresa Touchdown Promoção de Eventos, com capital de R$ 1.000 e faturamento de R$ 50.000. Em 2012, movimentou, em apenas 7 meses, R$ 6,2 milhões. E com apenas um funcionário registrado.

Lula não está sendo, formalmente, investigado.