O senador por Minas Gerais e um dos líderes do PSDB, Aécio Neves,  esteve no fim da manhã deste domingo, 16, em Belo Horizonte, capital do estado que o elegeu senador. Em cima de trio elétrico, Aécio fez um discurso para milhares de pessoas descontentes com o #Governo de Dilma Rousseff. A presidente vive um momento difícil em sua gestão, mas os protestos deste domingo foram menores do que os anteriores, dando um sinal de alívio para o governo federal. Aécio disse em cima de um trio elétrico que o país não precisa mais de tantas mentiras. O senador também pediu o fim da corrupção e do desprezo pelo povo brasileiro.

Senador fala do poder do povo e nega protagonismo em protestos contra Dilma Rousseff

Aécio Neves ainda disse que as manifestações eram apenas fruto da mobilização popular.

Publicidade
Publicidade

Ele negou que queira ser protagonista nos protestos e disse que não estava ali só para aparecer. "Meu partido é o Brasil", foi um dos gritos dado pelo ex-candidato à presidência da república em 2014. Ele perdeu justamente para Dilma Rousseff no segundo turna do pleito. As eleições do ano passado foram uma das mais disputadas da história, mostrando claramente que o país está dividido. 

Político ficou pouco mais de meia hora no trio, mas poucos segundos entoando discurso

Em entrevista à imprensa, Aécio Neves ainda justificou o fato de não ter ido aos demais protestos, argumentando que é o povo brasileiro que precisa aparecer neste momento. Neves justificou a ida neste domingo dizendo que quer demonstrar que as mobilizações pelo país não são culpa de um partido, mas um ponto positivo em meio a tantos problemas do governo de #Dilma Rousseff.

Publicidade

"Eu também faço parte da sociedade e assim como milhões estou indignado. Tenho o direito e o dever de me unir aos demais brasileiros", contou. Aécio Neves saiu do trio elétrico por volta do meio dia, ficando pouco mais de meia hora no ar. No entanto, o discurso de Aécio durou poucos segundos, correspondidos pelos milhares que estavam na #Manifestação em Belo Horizonte.