Rodrigo Janot denunciou o Deputado Federal Eduardo Cunha no STF (Supremo Tribunal Federal) na última quinta-feira (20). O Procurador-Geral da República fez graves denúncias contra o Presidente da Câmara dos Deputados e apontou o envolvimento do político no petrolão, esquema gigantesco de #Corrupção dentro da Petrobras.

De acordo com Janot, o deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ) e o Senador Fernando Collor de Mello (PTB/AL) cometeram atos de corrupção e lavagem de dinheiro, além de terem recebido propinas para facilitar contratos dentro da maior estatal brasileira, a Petrobras. No documento de denúncia que Rodrigo Janot encaminhou ao STF, o procurador pede que sejam devolvidos mais de 80 milhões de dólares por Cunha, valor que com a cotação atual do dólar poderia chegar aos quase R$ 300 milhões.

Publicidade
Publicidade

Tanto o Senador Collor quanto o Deputado Federal Cunha negam as acusações e alegam inocência no caso. Para Fernando Collor, o procurador Rodrigo Janot faz teatro e está direcionando as investigações conforme seus interesses. Eduardo Cunha acredita que está sendo perseguido e que foi escolhido para ser denunciado por se posicionar contra o governo da Presidente da República Dilma Rousseff do PT.

Ainda sem prazo para que a ação resulte, as denúncias continuam sendo apuradas. Cabe ao STF avisar as defesas dos acusados e trabalhar para buscar respostas ao caso que já se tornou parte do grande escândalo de corrupção que envolve o governo do PT, políticos da base aliada e a Petrobras.

Outras Denúncias

O ex-presidente #Lula também é alvo das investigações da Operação Lava-Jato. De acordo com a Revista Veja, Lula seria o próximo da lista a ser acusado e posteriormente preso.

Publicidade

Clique aqui e leia a notícia.

Outra grande denúncia que envolve o nome de Luis Inácio Lula da Silva é o de que ele teria recebido, pelo menos, R$ 10 milhões de empreiteiras que estão sendo investigadas na Lava-Jato. A denúncia se refere a Lils, empresa que leva as iniciais do ex-presidente Lula, e que em 4 anos teria movimentado quase R$ 30 milhões referente a palestras ministradas por Lula. Um relatório do Coaf, do Ministério da Fazenda, mostra irregularidades entre valores recebidos e valores faturados. Clique aqui e leia a notícia completa. #Lava Jato