O ex-presidente #Lula, em discurso realizado nesta última terça-feira (01), quando participou do lançamento de um site, o "Memorial da Democracia", voltou a ser alvo de grande polêmica por causa das declarações feitas. Lula voltou a falar sobre a pressão feita sob a presidente e os protestos anti-Dilma que tomaram conta do país.

De acordo com o ex-presidente Lula, estes protestos contra a Dilma são realizados porque o Brasil sofre, do que ele chamou, de "irracionalidade emocional"!

Lula deixou claro que ele tem uma visão bem diferente a respeito dos protestos contra a forma do Governo Dilma conduzir o país e sobre o fato de muitos quererem o impeachment dela.

Publicidade
Publicidade

O ex-presidente não vê com bons olhos as manifestações que estão tomando conta do país.

E o pior, Lula chegou a comparar as manifestações que são feitas atualmente no país, como os panelaços e os protestos com faixas e pessoas cantando o hino nacional brasileiro, àquelas passeatas que eram realizadas há anos atrás, quando muitos militantes ouviam os discursos dele, que eram feitos em um sindicado na cidade de São Bernardo do Campo. Para Lula, já não se fazem mais protestos como aqueles de antigamente.

Mas Lula reconheceu que ele e todos ali do sindicato, não podiam reclamar das manifestações contra o PT e admitiu que não só ele, como todos seus companheiros, já carregaram faixas de protestos, já xingaram alguém, então precisam aceitar agora, os protestos contra eles.

Mas quando Lula parecia estar sendo compreensível com os brasileiros insatisfeitos com o PT, eis que ele surge com sua teoria e começa a dizer que é preciso saber o motivo pelo qual as pessoas estão manifestando, porque na época em que ele protestava, haviam prisões, pessoas torturadas e eles lutavam e protestavam para terem liberdade e por isto iam às ruas e protestavam para que os brasileiros tivessem uma vida melhor.

Publicidade

Lula ainda fez ironias aos "panelaços" que sempre surgem quando Dilma resolve aparecer na TV ou quando tem propaganda política do PT e disse que panelaço não incomoda o PT, mas ele tem dó das empregadas que depois vão ter que lavar as panelas amassadas e aí fica mais difícil.

O ex-presidente reconheceu que o partido erra, mas horas antes do discurso, o que para o Lula é só um "erro", para a Polícia Federal se trata de "crime" e mais 14 pessoas que vinham sendo investigadas na Operação Lava Jato foram indiciadas, inclusive o José Dirceu e o João Vaccari Neto, ambos do PT. #Dilma Rousseff #Crise