A morte de Élcio Kozminski, servidor da #Justiça Federal do Paraná, ocorrida em 06/09 no Hospital São Francisco, na cidade satélite de Ceilândia, após ter sofrido um infarto do miocárdio durante ato público pela derrubada do veto presidencial 26/2015, realizado no gramado em frente ao #Congresso Nacional no dia 02/09, gera comoção nacional.

Sepultamento ocorreu em São José dos Pinhais em clima de indignação, tristeza e solidariedade

Após algumas dificuldades nos trâmites de liberação do corpo, o que impossibilitou o transporte aéreo em razão de atraso, o corpo de Élcio seguiu via terrestre, com a chegada em Curitiba por volta das 12 horas do dia 07/09.

Publicidade
Publicidade

O velório e o sepultamento ocorreram no Memorial da Vida Cemitério na Rua Planalto, 459 - Ouro Fino, em São José dos Pinhais/PR. O velório aconteceu à partir das 13 horas, na Capela 2 e o sepultamento foi por volta das 16h30min.

Parentes, amigos e servidores prestam as últimas homenagens

Em uma cerimônia fúnebre emocionada, a família recebeu às condolências de amigos, servidores e representantes dos sindicatos locais que enfatizaram o caráter batalhador e altruísta de Élcio, que lutou até o último momento pela causa da categoria dos servidores do judiciário federal.

Élcio estava em greve a mais de 100 dias e participava ativamente dos atos e mobilizações da categoria tanto em Curitiba, quanto em Brasília, onde passou mal, sofreu o infarto e veio a óbito.

Miguel Sandor Szollosi, coordenador do Sinjutra - Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho do Paraná disse que a perda de Élcio era irreparável, e que ele deixaria uma lacuna que jamais seria preenchida no coração dos familiares, mas que seu nome estaria gravado para sempre na lembrança de todos os servidores do judiciário do país, deixando um exemplo de luta e bravura que jamais seria esquecido.

Publicidade

No final das homenagens fúnebres, Élcio foi aplaudido por todos os presentes.

Parlamentares rendem homenagens

Na Câmara, no Senado e em manifestações e atos públicos vários parlamentares prestaram homenagens a Élcio em seus pronunciamentos.

O Senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) disse em assembleia realizada pelo Sindjus/DF que "A perda de Élcio e a luta que vocês estão travando, tenham certeza não será em vão".

Na sessão plenária da Câmara dos Deputados da tarde desta terça-feira (08/09), o deputado Augusto Carvalho (SD/DF) prestou homenagem a Elcio Kozminski: "Eu queria registrar a minha solidariedade a família, minha solidariedade a todos os servidores do judiciário federal, que clamam por seus direitos", disse o deputado.

O deputado Cabo Sabino (PR/CE) usou da tribuna da Câmara e falou: "A todos os familiares, amigos e servidores públicos federais colegas de Élcio às mais sinceras condolências pela perda desse guerreiro, que disse que só voltaria de Brasília com o fim dessa história, agora ele está no reino de Deus, sabendo que deixou um legado a ser seguido e a luta tem que continuar".

Publicidade

Sindicatos prestam tributo a Élcio

Nesta sexta-feira (11/09) a partir das 15 horas o Sinjuspar e o Sinjutra, sindicatos que representam a categoria dos servidores do judiciário no Paraná, prestarão tributo ao servidor Élcio Berer Kozminski. O ato em homenagem ao servidor ocorrerá em frente ao prédio Sede da Justiça Federal, no bairro Ahú em Curitiba.

Ao contrário do que ocorre nas manifestações tradicionais da categoria durante a greve, onde os servidores vestem-se de preto, para a homenagem a Élcio, os servidores e familiares decidiram usar roupas brancas. #Governo