Em assembleia realizada hoje, dia 28 de outubro, na sede do Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará, os funcionários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal decidiram, por votação, encerrarem a #Greve que durou cerca de 23 dias. A mesma teve início às 8 horas e 30 minutos. Estavam presentes em torno de 202 funcionários do Banco do Brasil e 232 da Caixa Econômica.

Seguindo orientação geral do Comando de Greve, o movimento no Ceará se tornou isolado. Deste modo, após ser colocado em votação no dia de hoje, e segundo o acordo realizado, desde o dia 26, os bancários decidiram pelo fim do movimento. Em outros estados como Pernambuco, a greve no bancos públicos foi encerrada ontem, dia 27.

Publicidade
Publicidade

Eles voltaram hoje ao trabalho. Neste Estado, somente o Banco do Nordeste continua a paralisação. As negociações com o comando do mesmo continuam.

Após a volta aos trabalho dos bancos privados, na última terça-feira, dia 27, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica decidiram pela continuidade do movimento. No mesmo dia, uma assembleia realizada em Pernambuco, decidiu pelo fim da greve. Os bancários destas instituições decidiram aceitar a proposta que foi oferecida pela Federação dos Bancos. O retorno ao trabalho ocorreu hoje, dia 28.

No Ceará, com a volta dos bancários da rede privada ao trabalho, a paralisação continuará somente até hoje, quando a assembleia realizada no Sindicato dos Bancários decidiu pelo encerramento da paralisação de sua atividades. Os bancários também manifestaram a decisão de acatar a proposta de reajuste salarial e de benefícios, oferecida pela FENABAN (Federação Nacional dos Bancos).

Publicidade

Neste estado, os representantes da categoria conseguiram incluir o dia de ontem nas negociações de abono de falta, por causa da assembleia que só ocorreu hoje, dia 28, pela manhã e decidiu pelo fim da greve. De acordo com Carlos Eduardo Bezerra, presidente do Sindicato dos Bancários do Estado do Ceará, será feito a assinatura dos acordos feitos com a categoria e com as convenções coletivas de trabalho.

A data prevista será o dia 03 de novembro e ocorrerá simultaneamente com a efetivação dos acordos e convenções com os bancos públicos no Estado de São Paulo. #Finança