O cerco começa a se fechar para #Eduardo Cunha. Em meio às inúmeras declarações de irregularidades em contas secretas na Suíça, o presidente da Câmara dos Deputados teve o seu nome envolvido em um outro escândalo divulgado pela Folha de S.Paulo. Segundo o periódico, um dossiê preparado pelo Ministério Público suíço e entregue à Procuradoria-Geral brasileira revela que o dinheiro que saiu de uma contra secreta da jornalista Claudia Cruz, mulher de Cunha, serviu para pagar a famosa academia de #Tênis de Nick Bolletieri, na Florida, nos Estados Unidos.

A IMG Academies, coordenada por Bolletieri, é uma das academias mais conceituadas do mundo do tênis.

Publicidade
Publicidade

Localizada em Bradenton, na Florida, o centro de treinamento já descobriu craques do porte de Maria Sharapova, Andre Agassi e Tommy Haas. As irmãs Williams, estrelas do tênis feminino, também treinaram na academia. O brasileiro Thomaz Bellucci, principal tenista do país, também já realizou alguns treinamentos na IMG como o japonês Kei Nishikori, um dos principais jogadores da atualidade, que tem base de treinamento montada na Florida.

Ainda segundo a reportagem, a conta utilizada pagou US$ 59,7 mil, aproximadamente R$ 220 mil, à IMG Academies. Os investigadores apontam que o dinheiro é oriundo de propina da Petrobras, fruto de um contrato no valor de US$ 34,5 milhões que a estatal recorreu para a compra de um terreno de exploração em Benin, na África.

De janeiro de 2013 a abril de 2015, um dos cartões de crédito utilizados para operar os valores da conta secreta gastou US$ 525 mil.

Publicidade

O outro, em um período de quatro anos, apresentou gastos no valor de US$ 316,5 mil.

No entanto, a assessoria de Eduardo Cunha segue negando veementemente as acusações. Recentemente, o parlamentar soltou nota se defendendo das acusações sobre contas na Suíça. Nela, ele afirma que "desconhece o teor dos fatos publicados" e que só viria a fazer comentários concretos caso tivesse total acesso ao "conteúdo verdadeiro do que está sendo divulgado na mídia". #Corrupção