Na próxima terça-feira (03) a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) deverá analisar o projeto de Lei do Senado (PLS) 120/ 2015, que fará com que academias e estabelecimentos esportivos mantenham fixados em locais visíveis de seus estabelecimentos mensagens informando os malefícios causados pelo uso de anabolizantes, bem como suas consequências e até mesmo penalidades legais para quem comercializa tais produtos.

Na verdade, o projeto de Lei está fazendo um adendo à Lei 9.965/ 2000, do Senador Davi Alcolumbre (DEM – AP), que já prevê restrições a comercialização de tais produtos. Tal acréscimo será feito através de dois parágrafos, sendo que o primeiro trata da divulgação em local visível dos malefícios dos anabolizantes, e o segundo fará referência aos órgãos e entidades da administração federal que serão responsáveis pela fiscalização e aplicação das penalidades.

Publicidade
Publicidade

Ponto para o Senado. Além das restrições para a comercialização de anabolizantes, se faz também necessário à plena divulgação de informações e alertas. Até porque é sabido que a busca por um corpo perfeito num curto período de tempo costuma ser frequente, principalmente entre os mais jovens. Uma busca que vai além do físico, pois a necessidade de aceitação social costuma ser o principal motivador de tais indivíduos.

Outros perigos

1 – Suplementos e termogênicos utilizados em demasia e indiscriminadamente (em busca de massa e energia, além de queima rápida de gordura, muitas pessoas costumam extrapolar no uso de tais produtos aparentemente “inocentes”, que podem causar problemas renais, insônia e irritabilidade);

2 – O excesso de atividades físicas, principalmente quando associada a tais produtos, pois a sensação de bem estar maior e energia momentâneas, conforme alertam fisioterapeutas, podem fazer com que a pessoa ultrapasse seus limites físicos até mesmo sem perceber, o que pode causar além de lesões, problemas mais graves no futuro.

Publicidade

Dica

Especialistas informam que um corpo perfeito é consequência de uma saúde equilibrada, ou seja, a chave para o sucesso aqui é a moderação, tanto na alimentação quanto na prática de atividades físicas. #Legislação #Alimentação Saudável