A crise política e econômica no Brasil continua se agravando. Nesta terça-feira, 06, por exemplo, o Tribunal superior eleitoral decidiu por 5 votos a 2 abrir uma ação de impugnação contra a campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer. Dependendo dos resultados das apurações feitas pelo TSE, Dilma e Temer podem perder o mandato. Em seus lugares, assume o presidente da câmara, que também sofre um processo de investigação, assumiria a presidência, tendo que abrir uma nova eleição em até 90 dias.

Nesta quarta-feira, 07, #Dilma Rousseff disse que vê uma luz no fim do túnel da crise econômica que atinge o país.

Publicidade
Publicidade

Ela deu a polêmica declaração à Radio Metrópole, localizada na cidade de Barreiras. Ao veículo de comunicação, a presidente disse que crê na superação dos eventos ruins que atingem o país. Para ela, isso irá acontecer por conta das medidas que tomou na semana passada. Para quem não sabe ou não lembra, Rousseff anunciou que cortaria oito ministérios e trinta secretarias. Ela também reduziu o próprio salário em 10%, como se isso fosse o suficiente para acabar com o deficit de bilhões na economia. Analistas já dizem que o PIB, o Produto Interno Bruto do país, cairá em torno de 3%. 

Além da economia indo para trás, os produtos não param de subir. A inflação pode ultrapassar 10%, índices que fazem os brasileiros de todo o país pouparem. A falta de dinheiro é tão grande que muita gente tem tirado as economias da poupança.

Publicidade

O investimento tem rendido menos do que a própria inflação.

De acordo com a última pesquisa divulgada pelo Ibope, Dilma Rousseff tem hoje desaprovação de 69% dos brasileiros. Já segundo o Datafolha, esse número é ainda maior e atinge 71%. Nesta terça, líderes da oposição se reuniram com representantes do Tribunal de Contas da União, o TCU. Isso porque o governo federal tenta atrasar o veredito do tribunal sobre as contas do governo. Segundo os juristas, o tribunal deu o veredito primeiro à imprensa, o que não seria legal segundo a legislação. #PT