O clima esquentou no senado entre o ministro Eduardo Braga e o senador Ronaldo Caiado que gritou para o adversário: "Safado é vossa excelência!". E o senador não se intimidou e propôs que a questão fosse resolvida "lá fora".

A reunião da Comissão de Mudanças Climáticas foi realizada nesta quinta-feira (29) e o ministro de Minas e Energia esteve presente, mas certamente deve estar arrependido. Fora do tema proposta, começou um debate agitado entre Ronaldo Caiado que é senador pelo DEM-GO com o Eduardo Braga, também senador pelo PMDB - Amazonas. E tudo por causa da privatização da Celg - Companhia Elétrica de Goiás.

Claro que eles foram educados ao se agredirem verbalmente, sempre começando o xingamento com "Vossa Excelência".

Publicidade
Publicidade

Mas a educação só ficou no início de cada frase dita, porque logo em seguida eles acusavam um ao outro de safado.

E foi por muito pouco que não houve agressão física, principalmente no momento em que Ronaldo Caiado foi se retirar do local e quase acertou o ministro Eduardo Braga que certamente ia revidar e aí sim, a situação iria ficar realmente complicada.

O ministro Eduardo Braga não pensou duas vezes ao criticar o adversário: "Safado é vossa excelência, bandido!", respondendo aos desaforos que continuavam sendo ditos pelo senador.

Ronaldo Caiado chamou o ministro para a briga, o qual prontamente respondeu: "A hora que vossa excelência desejar."

Agora o ministro vai acionar seus advogados para que entrem na Justiça contra o senador. Eduardo Braga também orientou sua esposa que é senadora, Sandra Braga, para que entre com uma representação contra Ronaldo Caiado.

Publicidade

O ministro ainda disse que até faria um requerimento solicitando as notas taquigráficas da sessão e até os vídeos que encontram-se guardados, com as gravações, para que assim possa ser feita uma representação contra o senador que teria denegrido sua imagem e sem nenhuma justificativa.

Fernando Bezerra, que é senador pelo PSB-PE informou que no cargo de presidente da Comissão irá fazer tal requerimento solicitando o que foi informado e que a representação contra Ronaldo Caiado será feita no Senado Federal.

Veja a briga:

#Crise econômica #Casos de polícia #Congresso Nacional