O deputado federal Celso Russomanno, do PRB de São Paulo, foi condenado a dois anos e dois meses de prisão pela Justiça. Celso Russomanno também é apresentador e tem um quadro muito conhecido na Record onde ajuda as pessoas a defenderem seus direitos como consumidores. Mas desta vez, quem precisa de ajuda para se defender é o próprio Celso Russomanno. Ele só não será preso porque poderá converter sua ida para a cadeia em penas alternativas.

Celso foi condenado por colocar Sandra de Jesus que é gerente de sua produtora, a "Night and Day Promoções", como funcionária direta em seu gabinete. Isto aconteceu entre os anos de 1997 e 2001. Sandra ficou recebendo o salário de assessora que era pago pela Câmara dos Deputados, só que na verdade ela trabalhava mesmo era na produtora de vídeo de Russomanno.

Publicidade
Publicidade

Um novo caso envolvendo o deputado também chamou a atenção, pois Russomanno tem uma ONG, o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor e ele nomeou 5 funcionários desta ONG para serem trabalharem em seu gabinete. Neste caso, ele também chegou a ser condenado, acusado de peculato, só que o deputado recorreu da decisão e como ele tem privilégios pelo cargo que ocupa, o caso seguiu para o STF.

Celso Russomanno diz ser inocente e que neste caso em específico, Sandra prestava atendimento aos consumidores que se sentiam prejudicados de alguma forma, só que o atendimento vinha sendo feito em seu gabinete, na cidade de São Paulo, que coincidentemente é no mesmo endereço onde fica sua produtora.

A "Folha de São Paulo" verificou o caso e mostrou várias testemunhas e também documentos que mostram Sandra de Jesus trabalhando como gerente da produtora enquanto era para estar trabalhando no gabinete de Celso Russomanno.

Publicidade

Para esta condenação, a pena foi convertida em 790 horas de trabalho comunitário e Celso Russomanno ainda terá que doar 25 cestas básicas. Esta condenação foi feita no início do ano passado, mas como o deputado recorreu, estava-se aguardando uma decisão final.

O Datafolha fez uma pesquisa recente para saber quais são os candidatos com maiores chances de conseguir chegarem à prefeitura de São Paulo e Celso Russomanno aparece em primeiro lugar com 34% das intenções de voto. #Crise #Corrupção #Crise no Brasil