Na realidade, o momento político e econômico adverso pelo qual o Brasil vem passando, tem gerado a insatisfação de grande parte da população com a presidente da República #Dilma Rousseff, que acaba funcionado como uma espécie de bode expiatório de todas as mazelas, conchavos e escândalos diários no país continental da América do Sul. 

Como que em uma dessas vinganças “perfeitas” por quem julga estar padecendo de alguma arbitrariedade, falta de dinheiro ou injustiça social provocadas pelo governo federal, o fotógrafo Wilton de Sousa Júnior, que trabalha em uma das maiores agências de notícias do estado de São Paulo, teve a oportunidade ímpar de fotografar a presidente Dilma como que sendo “transpassada” por uma espada de verdade. 

A foto em questão foi veiculada em 21/09/2011 em um dos jornais de maior circulação também em São Paulo, sendo que no dia 31/09/2011, uma revista brasileira de circulação nacional e que é enviada para alguns outros países, publicou a mesma fotografia e a elegeu como imagem da semana. 

O registro da presidente Rousseff sendo vazada por espada usada pelos militares durante uma cerimônia oficial do Exército, foi eleita na 1.ª semana de dezembro de 2015 como a ganhadora do já consagrado Prêmio Internacional de Jornalismo Rei da Espanha no julgamento do segmento de fotografia. 

Tudo aconteceu no decorrer da cerimônia de entrega de espadins para 441 cadetes na AMAN - Academia Militar das Agulhas Negras, na cidade de Resende situada no sul do estado do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Dilma havia perdido alguns dias antes o seu 5.º ministro e isso com um tempo inferior a oito meses como presidente, os 4 outros ministros destituídos sofreram denúncias severas de #Corrupção e tráfego de influências no Planalto

O autor da imagem, Wilton Júnior, relatou a uma outra agência de notícias, que não a que ele trabalha, mas que é uma das desenvolvedoras do prêmio, que “intencionava conseguir uma foto da espada antes do início de toda a cerimônia da Academia Militar, pois acreditava que a captação da imagem em si, traduziria certamente, algo muito forte e passional no universo político.” 

E não aconteceu diferente disso, pois os jurados da 29ª edição da premiação, conduzida pela agência noticiosa internacional e pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), que analisaram “com mais cuidado a técnica do fotógrafo no registrar de um segundo de perfeito sincronismo, o que causou surpresa a todos que viram a imagem”.

Publicidade

A foto embora seja um tanto antiga, apresenta-se mais atual do que nunca para os brasileiros, conferindo o prêmio a Wilton, superior a US$ 7,6 mil. #Crise no Brasil